Extra mantém promessa e não chama mais Alex de “Muralha”

34
Foto: Screenshot / Extra

EXTRA
GLOBO
: O técnico Reinaldo Rueda não confirmou o Flamengo que encara o Cruzeiro
na final da Copa do Brasil. Nem a escalação de Alex no gol ou a opção pelo
jovem Thiago. Nem quem atuará no comando de ataque na ausência de Guerrero e
Vizeu.

– O
Alex tem assumido sua responsabilidade, é um jogador muito maduro, inteligente,
equilibrado, e tem assumido sua responsabilidade diante da equipe. Tem sido
muito solidário. Creio que tem trabalhado muito bem, não perdeu a alegria.
Estamos com essa situação. Na escalação vocês vão saber – disse o técnico, que
comentou que a dúvida passa pela reação da torcida.
– É
uma decisão que tem a parte sociológica frente á torcida, psicológico frente ao
grupo. Temos que buscar o melhor para a equipe. A situação não é fácil. Vimos
no campo, dialogamos, ouvimos o professor Vitor Hugo. Nos certificamos de tudo.
Esperamos que a decisão seja boa – completou o treinador.
No
ataque, as pistas foram claras. Apesar do mistério, há três possibilidades. A
primeira com Paquetá improvisado, e Berrio e Éverton nas pontas. A segunda, com
Berrío improvisado, e Vinicius Jr e Éverton nas pontas. A terceira, sem
centroavante. Nela, Everton recuaria para atuar com Diego, e Berrio e Vinicius
atuariam lado a lado, em um losango. Rueda testou todas as opções nesta
quarta-feira.

Trabalhamos as duas possibilidade. Sem centroavante e com. Depende como se
interpreta o jogo, o rival. Pensamos nessa situação com Berrio como
centroavante. No Nacional comigo fez essa função. Tem potencia. Joga pelo
centro do campo, no meio dos zagueiros. É uma possibilidade. Todos estão muito
dispostos. Paquetá e Vinícius são muito diferentes, mas os dois tem vocação
ofensiva, potência física. Esperamos que quem tiver a oportunidade possa
aproveitar – explicou Rueda.

COMENTÁRIOS: