Flamengo e Cruzeiro se reencontram com poucos campeões de 2013

23
Times de Flamengo e Cruzeiro juntos na troca de faixas no Maracanã – Foto: Alexandre Loureiro/Getty Images

GLOBO
ESPORTE
: No fim da temporada 2013, Flamengo e Cruzeiro encerraram o Campeonato
Brasileiro com um jogo marcado por uma troca de faixas no Maracanã. O time de
Minas havia conquistado o título do Brasileirão, enquanto os rubro-negros
levaram a Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, no Maracanã, as equipes voltam a
se encontrar, dessa vez na decisão do torneio. E algo chama atenção: a pouca
manutenção de bases vencedoras dos dois lados.

Para
conquistar aquela Copa do Brasil há quase quatro anos, o Flamengo teve que
eliminar justamente o Cruzeiro – que seria bicampeão brasileiro posteriormente
– nas oitavas de final.
Do
time que bateu o Cruzeiro com o gol de Elias e seguiu em frente para levantar a
taça, só Gabriel está inscrito na competição. Na equipe celeste de 2013 são
oito remanescentes, mas apenas Fábio como titular absoluto, além de Lucas Silva
e Henrique com aparições constantes.
VEJA CURIOSIDADES
Destaque celeste em 2013, Éverton Ribeiro
é do Flamengo
O
Cruzeiro do técnico Marcelo Oliveira teve importantes referências em campo na
conquista do Brasileirão 2013. Assim como Ricardo Goulart, Éverton Ribeiro
também chamou a responsabilidade e ganhou os noticiários com regularidade, gols
e lances de efeito. Não por acaso, foi eleito o craque do campeonato daquele
ano (e do ano seguinte).
Após
quatro anos e passagem no futebol árabe, o meia mudou de lado. Hoje, defende o
Flamengo. Contudo, o nome do jogador não vai aparecer na decisão da Copa do
Brasil. Éverton foi contratado fora do prazo de inscrição e é desfalque para
Reinaldo Rueda.
Sobrevivente sem prestígio
Gabriel
é o único representante rubro-negro campeão da Copa do Brasil de 2013 ainda no
elenco (o goleiro César continua no Flamengo, mas não está inscrito no
torneio). O panorama, porém, é bem diferente. O jogador tem cada vez menos
minutos em campo, sobretudo neste segundo semestre: apenas dois jogos
disputados.
Naquele
Flamengo de quatro anos atrás, os destaques eram nomes que deixaram o clube há
pelo menos duas temporadas. São eles: Elias (Atlético-MG), Hernane (Bahia) e
Paulinho (Guarani). O capitão na época era Léo Moura, atualmente no Grêmio.

Foi, mas voltou
Lucas
Silva e Élber estavam em 2013 e estão mais uma vez no clube. Porém, a relação
foi interrompida em alguns momentos.
Após
ótimo desempenho pelo Cruzeiro, Lucas foi comprado pelo Real Madrid. Chegou a
atuar pelo clube merengue, mas não convenceu. Emprestado ao Olympique de
Marselha, também teve problemas. Voltou neste ano por empréstimo. Élber ganhou
força recentemente. Antes, ganhou experiência sendo emprestado: em 2014,
defendeu o Coritiba; em 2015, o Sport.
Na contramão da Europa
A
grande diferença do futebol europeu é a manutenção da base de um time titular.
Bayern de Munique e Barcelona são grandes exemplos. Do time vencedor da Liga
dos Campeões 2012/13, os bávaros seguem com sete atletas titulares na temporada
2013. Veja quem segue na equipe:
Jogadores
remanescentes do Bayern em 2013:

Neuer (goleiro)

Rafinha (lateral-direito)

Jérome Boateng (zagueiro)

Alaba (lateral-esquerdo)

Ribéry (meia)

Thomas Müller (meia)

Robben (atacante)

TOTAL – 7 JOGADORES
A
mesma comparação é vista na manutenção de outro gigante da Europa. O Barcelona
de 2013 é um caso. Apesar da intensidade do mercado do futebol no continente,
são noves jogadores que seguem no grupo desde aquele ano.
Jogadores
remanescentes do Barcelona em 2013:

Piqué (zagueiro)

Mascherano (zagueiro)

Jordi Alba (lateral-esquerdo)

Iniesta (meia)

Sergio Busquets (meia)

Sergi Roberto (meia)

Rafinha (meia)

Messi (atacante)

Gerard Deulofeu (atacante)

TOTAL
– 9 JOGADORES

COMENTÁRIOS: