Flamengo justifica escolha de terreno para Estádio na Zona Norte

91
Terreno que receberá provável estádio do Flamengo – Foto: Reprodução / Google

COLUNA
DO FLAMENGO
: Um dos temas que tem preocupado a vida de muitos brasileiros,
principalmente o carioca é a segurança pública. O aumento da criminalidade é
uma realidade na vida cotidiana da população. Esta preocupação não é diferente
para a diretoria do Flamengo. Pensando em tirar o papel o sonho do próprio
estádio, a cúpula rubro-negra assinou um termo de opção de compra de um terreno
localizado no início da Avenida Brasil, próximo a região de Manguinhos, Zona
Norte da cidade.

Entretanto,
o local do possível estádio flamenguista é cercado de áreas de vulnerabilidade
social, como Parque Arará, Vila do João e Complexo da Maré. Em entrevista
exclusiva à TV Coluna do Flamengo, o Vice-presidente de Patrimônio do clube,
Alexandre Wrobel, falou sobre a questão.
“Sou
apaixonado por esta cidade, amo o Rio de Janeiro, mas me diga uma área do Rio
que hoje seja segura? Infelizmente, não tem. O Maracanã, apesar de ser muito
bem localizado, é próximo de áreas carentes da cidade. São Januário é encravado
em uma área relativamente perigosa. Então, não tem um local na cidade que você
diga que é a solução. Lógico que eu adoraria colocar um estádio de 50, 55 mil
pessoas no coração do Leblon, mas é inviável, a gente não vai fazer”, afirmou o
dirigente.
Para
Wrobel, o caminho é estar ao lado das autoridades de segurança pública, para
evitar transtornos e usar o estádio como um agente transformador da região.
“Nós
temos que tomar todas as medidas, todas as precauções possíveis neste sentido.
Acho, inclusive, que o eventual estádio pode servir como um agente catalizador,
transformador, daquela região. Mas, isso tudo vai ter que ser trabalhada junto
às autoridades competentes”, finalizou.

COMENTÁRIOS: