Flamengo não tomou gol como mandante em mata-mata na temporada

32
Mosaico da torcida do Flamengo contra o San Lorenzo na estreia da Libertadores – Foto: Gilvan de Souza

GOAL: O
Flamengo recebe o Cruzeiro, nesta quinta-feira (07), no primeiro jogo da final
da Copa do Brasil. E levando em conta o retrospecto do elenco 2017 nas
principais competições de mata-mata, o torcedor pode ficar animado para o
embate no Maracanã.

Afinal
de contas, o Rubro-Negro não sofreu nenhuma derrota como mandante em partidas
eliminatórias de Copa do Brasil, Sul-Americana e Libertadores e, no total,
sofreu apenas dois gols em sete partidas.
Na
Libertadores, embora tenha caído prematuramente, o fator casa foi o ponto alto
do Fla na competição [ainda que os emates não tenham sido de mata-mata, e sim
pela fase de grupos]: contra o San Lorenzo, goleada por 4 a 0; depois, 2 a 1 no
Atlético-PR e 3 a 1 na Universidad Católica. Em confronto válido pela
Sul-Americana, 5 a 0 sobre o Palestino.
A
caminhada na Copa do Brasil é um manual de como ter sucesso nos mata-matas: nas
oitavas de final, empate sem gols com o Atlético-GO; nas quartas, vitória por 2
a 0 sobre o Santos e a vaga na semifinal foi conquistada com o placar de 1 a 0
em cima do Botafogo.
Se o
roteiro desta quinta-feira (07) seguir o histórico da atual temporada, podemos
imaginar que os torcedores rubro-negros vão deixar o Maracanã com um sorriso no
rosto e a expectativa de um grande título.

COMENTÁRIOS: