Flamengo prega concentração para evitar surpresa contra o Cruzeiro

33
Willian Arão comemorando gol pelo Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

GAZETA
ESPORTIVA
: Contra o San Lorenzo, o Flamengo levou um gol nos acréscimos do
segundo tempo e foi eliminado de maneira precoce na fase de grupos da Copa
Libertadores. Na Primeira Liga, abriu vantagem contra o Paraná Clube, mas
acabou permitindo o empate e perdeu a classificação nos pênaltis. Na partida de
ida da final da Copa do Brasil, o time achou seu gol diante do Cruzeiro, mas
não conseguiu segurar e sofreu o empate em um apagão de seu setor defensivo.

Diante
da experiência com situações traumáticas, os flamenguistas sabem que agora
precisam manter o nível de concentração em alta para não deixar escapar o
título da Copa do Brasil. A decisão acontece nesta quarta-feira, às 21h45 (de
Brasília), diante do Cruzeiro, no Mineirão. Na partida de ida, no Maracanã, o
empate por 1 a 1 faz com que a equipe que vencer em Minas Gerais assegure o
título. Qualquer empate leva a decisão para os pênaltis, pois o gol como
visitante deixa de ser qualificado na final do mata-mata nacional.
O
volante Willian Arão analisou o duelo. 

“Trata-se de uma decisão, de um jogo que
tem tudo para ser decidido nos detalhes. Não podemos dar margem para que o
Cruzeiro consiga o seu lance decisivo. O importante é mantermos a concentração
ao longo dos noventa minutos, pois se isso acontecer vamos dar um passo
importante para a vitória. Concentração é o mínimo que uma decisão desse porte
pode nos exigir”, disse o flamenguista.

O
zagueiro Réver mostrou a mesma opinião do companheiro. 

“A temporada já mostrou
que os descuidos são fatais. Que um erro simples pode custar o trabalho de um
ano todo. Estamos respirando essa decisão contra o Cruzeiro desde que a vaga
foi conquistada para a final e por isso mesmo não podemos ter vacilos em campo
nesta quarta-feira. Vai ser complicado, fora de casa, o adversário vai
pressionar, vai tentar encontrar espaços, e não podemos permitir. O Flamengo
precisa jogar como quem sabe que a decisão se ganha em cada dividida, em cada
bola recuperada, em cada espaço que fechamos em nosso setor defensivo. Estamos
preparados para fazermos aquilo que o torcedor espera de nós para que a gente
possa conquistar esse título, que seria importante para a carreira de todos os
profissionais do Flamengo”, analisou o defensor.

A
escalação para a partida ainda não foi definida. A lesão na panturrilha direita
do meia Everton é mesmo o único problema. O jogador vai fazer um teste de
vestiário, mas as chances dele ir a campo são bem reduzidas. O substituto é uma
incógnita, sendo que Lucas Paquetá aparece como a possibilidade mais concreta.
Vinícius Junior e Gabriel também são citados por Rueda, que ainda cogita
improvisar o peruano Miguel Trauco, promovendo a entrada de Renê na lateral.
Nesta terça-feira o plantel trabalha na capital mineira.

COMENTÁRIOS: