Flamengo tem 20 dias para resolver dilema no gol

29
Thiago, do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

UOL: O
principal obstáculo do Flamengo na temporada transformou a final da Copa do
Brasil em um autêntico dilema. Após o empate por 1 a 1 com o Cruzeiro, na
última quinta-feira (7), no Maracanã, o Rubro-negro depende de uma vitória no
dia 27 de setembro, no Mineirão, para conquistar o tetracampeonato. Mas como
enfrentar uma decisão “sem goleiro”? Esse é o problema que o técnico
Reinaldo Rueda terá de resolver nos próximos 20 dias.

A
falha de Thiago no chute de Hudson comprometeu o resultado positivo e foi um
golpe sentido por toda a torcida rubro-negra. A partir daí, o Maracanã
silenciou e seguiu assim até o apagar das luzes. Na cabeça dos torcedores, o
questionamento sobre o goleiro titular no jogo mais importante do ano
ressurgiu.
O
problema é que na questão emocional o Flamengo “perdeu” os dois
goleiros quase que em uma só tacada. Alex Muralha vive má fase e sofre com as
críticas da torcida. Praticamente não existe mais clima para que ele atue com a
camisa rubro-negra.
Aos 21
anos, Thiago teve a responsabilidade de defender o Flamengo na primeira partida
da final. Chegou a fazer uma bela defesa, mas a falha que resultou no gol
cruzeirense complicou o panorama. Seja qual for o escolhido, a preocupação
continuará.
O
Flamengo aposta no tempo até o segundo jogo para resolver a questão. Mais do que
treinamentos, o trabalho psicológico com os goleiros será fundamental,
principalmente Thiago. Mesmo com a falha, o jovem deve ser novamente escolhido
por Rueda.
A
justificativa é simples. Existe a possibilidade de o campeão ser decidido nos
pênaltis em caso de um novo empate. Neste aspecto, o jovem se mostra mais bem
preparado do que Muralha.
“É
uma situação que não é fácil de assimilar. Mas isso é futebol. É uma questão de
trabalho. Muitas coisas acontecem em 20 dias para decidir quem será o goleiro
em Belo Horizonte”, desconversou Rueda.
“Penso
que tudo passará por como se assimila esse tempo. O grupo está muito forte e
unido no objetivo. Depende de como se valoriza. Jogaremos em uma praça que é
difícil e com o objetivo de o Flamengo sair vitorioso”, encerrou o
comandante.

COMENTÁRIOS: