Juan e Rueda saem em defesa de Diego: “Não é nenhum garoto”

29
Pedro Vale/eleven

LANCE:
Ídolo de boa parte da torcida do Flamengo, Diego vive um momento ruim no time.
Ele desperdiçou um pênalti que custou caro na final da Copa do Brasil, contra o
Cruzeiro, e agora vai encarar uma nova realidade: ouvir críticas pelo vice e
tentar superar a pressão.

O
camisa 35 não teve uma boa atuação no tempo normal contra a Raposa. Justamente
na hora de decidir, quando mais se espera dele, Diego vacilou. Neste ano, não
foi a primeira vez. No Campeonato Brasileiro, contra o Palmeiras, o meia também
perdeu um pênalti. Diante do Corinthians, o atleta desperdiçou uma ótima chance
para fazer o gol da vitória.
Eleito
pelo voto popular como melhor jogador da Copa do Brasil, Diego reagiu quando
questionado sobre estar vivendo um momento ruim.
– Acho
que não paguei para ninguém me escolher o melhor da Copa do Brasil. Não vivo
meu melhor momento individual no Flamengo. Mas não venho de queda brusca. É
verdade que esperamos o brilho individual, mas nem sempre acontece – comentou.
Numa
autocrítica após o vice da Copa do Brasil, Diego assumiu a responsabilidade e
admitiu estar abatido.

Alternei em alguns momentos e estou aqui para assumir a responsabilidade. Foi
um golpe duro, foi minha vez. Fico decepcionado realmente porque é um grupo que
sabe superar dificuldades. A torcida sempre apoia e merecia esse retorno –
comentou.
O
zagueiro Juan saiu em defesa do companheiro e acredita que Diego vai conseguir
superar este momento ruim.
– O
Diego não é nenhum garoto, sabe lidar com esse tipo de situação. Ele é o nosso
craque. A gente deve muito a ele, decidiu contra o Botafogo. São coisas do
futebol, acontece – comentou o defensor.
RUEDA ELOGIOU O COMANDADO
Como
já era de se esperar, o técnico Reinaldo Rueda poupou Diego de críticas. O
treinador lembrou que erros acontecem.

Vivemos sempre isso no futebol. Do jogador mais experiente ou o destaque que
erra ou o goleiro pega… Mas Diego tem caráter, é um profissional que se
dedica 500%, muito intenso e sério. Com certeza ele vai assimilar bem, tem uma
grande trajetória e é apoiado por todo o grupo técnico e jogadores. Temos que
levantar a cabeça e nos sentirmos orgulhosos – ponderou.

COMENTÁRIOS: