Presidente do Flamengo é eleito o administrador do ano

28
Foto: Divulgação / Alex Campos

O DIA:
O dia do administrador foi comemorado no dia 9 de setembro. Para celebrar a
data, a Faculdade Estácio de Sá, campus Norteshopping, realizou uma enquete com
os alunos para escolher o administrador do ano de 2017, o vencedor receberia
uma homenagem da Instituição. O presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de
Mello levou a melhor e esteve no campus, na última segunda-feira para receber
uma placa e conversar com os alunos e professores.

Bandeira
estava muito lisonjeado por mais um reconhecimento na carreira. Para o
mandatário, é muito legal conversar com universitários sobre a profissão.
“É
sempre um grande prazer estar aqui na Estácio, que é patrocinadora de basquete
do Flamengo. Não é a primeira vez que eu venho aqui. Já estive aqui outras
vezes. Fico muito feliz com a homenagem. É muito legal conversar com vocês e
receber este feedback”, disse o presidente, que conversou um pouco mais de
uma hora com o auditório lotado.
Bandeira
contou sobre a sua experiência administrativa, falando sobre sua trajetória no
BNDES, onde passou num concurso e fez carreira por 36 anos até chegar no
Flamengo para trabalhar como gestor esportivo. O presidente sentou-se na mesa
junto com os professores Ubiratan e o professor Ricardo. Quem mediou a conversa
foi o professor Gleinner Costa.
Muito
solícito, Eduardo Bandeira não fugiu de nenhuma questão e falou sobre todas as
dificuldades de presidir o clube rubro-negro.
“Quando
você lida com futebol você tem que dar a voz para quem trabalha com aquilo,
quem entende daquilo. Nossa missão lá é dar voz pelo Flamengo. Eu tenho certeza
que o caminho é este”, explica o mandatário continuando: 

“O Flamengo
tem 40 milhões de torcedores, você tem pressão de tudo o que é lado. E você tem
uma diretriz que tem que seguir. Sempre evitando ao máximo sucumbir as
pressões.” explicou.

Outro
momento surpresa para o mandatário, foi o samba feito pelo compositor Vinicius
Vian junto com Pedrinho do Cavaco e Luizinho Oliveira sobre a história de vida
do presidente Visivelmente emocionado, Bandeira recebeu o cd das mãos de
Vinícius e ficou muito satisfeito com a obra. 

“Muito legal mesmo, gostei
bastante, nunca imaginei ter um samba sobre mim”, finalizou Eduardo
Bandeira de Mello.

COMENTÁRIOS: