Quatro motivos para o Flamengo ter perdido título da Copa do Brasil

21
Flamengo – Foto: Lucas Figueiredo/CBF

ESPORTE
INTERATIVO
: O Flamengo esteve perto de conquistar o tetra da Copa do Brasil.
Nesta quarta-feira (27), No Mineirão, o Rubro-Negro empatou em 0 a 0 foi para
os pênaltis com o Cruzeiro, mas, ​pela terceira vez na temporada (todas com
Muralha no gol), a equipe saiu de campo derrotada, por 5 a 3 (Diego perdeu para
os visitantes). Por conta disso, o Esporte Interativo listou quatro motivos que
ajudaram a equipe carioca a não conseguir o título da competição nacional. Veja
abaixo:

Problemas antigos:
Goleiro
é, sem dúvida, a posição que mais preocupou o Flamengo durante a temporada.
Para resolver o “problema”, a diretoria correu para contratar Diego
Alves, mas, por conta do regulamento, o experiente jogador não poderia ser
inscrito na Copa do Brasil. Consequência? Sofrimentos na competição.
No
jogo de ida da final da Copa do Brasil, no Maracanã, o gol do Cruzeiro saiu
após falha de Thiago. Dias depois, o jovem goleiro fraturou o punho e,
portanto, ficou fora da grande decisão. Na partida de volta, que foi para os
pênaltis, Muralha não atendeu as expectativas e não defendeu nenhuma
penalidade.
Diego:

mais de um ano no Flamengo, Diego não vive boa fase no Flamengo. O meia, que
fez o gol da classificação do Rubro-Negro à final da Copa do Brasil ( no jogo
contra o Botafogo), estava sendo cobrado pela torcida por uma boa atuação, o
que não aconteceu na decisão. O camisa 35, inclusive, perdeu o pênalti que
culminou no vice-campeonato nesta quarta-feira (27).
“Arame liso”:
O Flamengo
versão 2017 tem uma característica: ter a maior posse de bola nas partidas, mas
sem efetividade. O mesmo que aconteceu na decisão da Copa do Brasil. Nesta
quarta-feira (27), na final contra o Cruzeiro, o Flamengo chegou a ter mais de
70% de posse de bola durante  o jogo
(terminou a partida com 53%), mas não conseguiu aproveitar a superioridade no
quesito.
Regulamento da Copa do Brasil:
O
Flamengo fez contratações importantes no decorrer da temporada: o goleiro Diego
Alves, o zagueiro Rhodolfo e os atacantes Geuvânio e Everton Ribeiro. Porém,
por conta do regulamento da Copa do Brasil, que encerrou a inscrição no dia 24
de abril, os reforços não puderam ajudar o Rubro-Negro na competição, o que,
consequentemente, atrapalhou a equipe carioca.
Nesta
quarta-feira (27), Diego Alves, Rhodolfo, Geuvânio, Everton Ribeiro e César,
que não pôde jogar a Copa do Brasil por ter sido relacionado para um jogo na
competição, quando estava emprestado ao Ferroviária-SP, posaram para foto com
torcedores do Flamengo.

COMENTÁRIOS: