“A ideia com o Geuvânio e o Éverton Ribeiro era ter a bola”, esclarece Rueda

14

O Flamengo foi até o Estado de São Paulo enfrentar o São Paulo no Pacaembu. A vitória não veio. Com 2 gols tomados no primeiro tempo, o Mais Querido volta pra casa sem pontuar.

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Reinaldo Rueda esclareceu a ideia de ir para a partida com Geuvânio e Everton Ribeiro em campo
A competitividade muda muito de jogo a jogo. Lembramos que no último jogo, o São Paulo era muito diferente. Hoje, no primeiro minuto, o São Paulo foi muito aplicado. Se ganha do Fluminense, seria um jogo diferente. A ideia com o Geuvânio e o Éverton Ribeiro era ter a bola, ter controle do jogo, buscar profundidade e ter o controle do jogo com jogadores habilidosos“, disse o colombiano.
Em sequência, Rueda falou que as oportunidades do São Paulo aconteceu somente no primeiro tempo e afirmou que a segunda parte do jogo foi melhor ao Mengão.
Acredito que as oportunidades foram criadas no primeiro tempo, considero que o São Paulo foi eficaz, certeiro, abriu o placar com um escanteio. Depois, não deixamos de jogar. No segundo tempo, fomos mais agressivos ofensivamente, mas não completamos“, seguiu.
CONFIRA OUTROS TRECHOS DA COLETIVA
BOLA AÉREA
Sabemos que não podemos levantar a bola contra o São Paulo, porque tem uma fortaleza com Rodrigo Caio e os outros zagueiros.
ADVERSÁRIO
O São Paulo foi muito aplicado, fez um bom jogo, foi muito oportunista, muito agressivo e por isso conquistou o resultado.
META
Precisamos ganhar pontos importantes para alcançar a meta. Minha declaração pareceu muito atrevida, muito utópica, algo irreal para o futebol brasileiro. O Corinthians está na liderança porque ganhou quatro jogos seguidos. É algo que tem que acontecer.
Fonte: Coluna do Flamengo

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here