Diego Alves, do Flamengo, diz se inspirar em Taffarel nos pênaltis

16
Marcello Zambrana/AGIF

LANCE:
Apesar da derrota do Flamengo para a Ponte Preta, por 1 a 0, o goleiro Diego
Alves teve uma boa atuação. Ele fez uma linda defesa em cobrança de falta de
Lucca e ainda pegou um pênalti também cobrado pelo atacante da Macaca. Esta foi
a primeira defesa de pênalti do camisa 1 no Rubro-Negro. Antes, ele tinha
sofrido dois gols do gênero, contra Atlético-MG e Vitória. Após o jogo em
Campinas, o defensor explicou como costuma se preparar para esses momentos
decisivos.

– Cada
goleiro tem uma técnica diferente. Tem força, reação e agilidade. Cada goleiro
tem que explorar sua característica. Eu assistia muito ao Taffarel na Seleção
Brasileira, esperava bastante a cobrança. Citando um exemplo, o Oblak do
Atlético de Madrid esperou muito no meio e os jogadores do Real Madrid chutaram
pros lados. É difícil, foi criticado. Se não pegou, é porque tinha que ter
feito alguma coisa, dizem. Depende muito da situação e eu tento ter
tranquilidade pra resolver da melhor maneira – disse o goleiro rubro-negro ao
programa ‘Bem Amigos’, do SporTV.
Diego
Alves saiu em defesa de Muralha quando perguntado da situação do companheiro,
que foi muito criticado na final da Copa do Brasil.
– Na
nossa profissão, estamos acostumados com esse tipo de pressão. Estamos próximos
do erro e do acerto. Mas algumas coisas foram criadas nas redes sociais, muitas
mentiras em termo de treinamento de goleiros, de penalidades. A verdade é que o
Alex Muralha, que eu conheço bem antes desde molequinho, é humilde e
trabalhador. Com certeza, ele está sofrendo bastante. Mas temos essa atitude de
dar a volta por cima. Tenho certeza que ele vai ter esse momento, é um
trabalhador, um menino com uma história de vida, da roça. O conheço antes de
ser goleiro do Flamengo – comentou o camisa 1.

COMENTÁRIOS: