Ederson finaliza quimioterapia e voltará aos treinos pelo Flamengo

33
Ederson, jogador do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

GLOBO ESPORTE: Menos de três meses depois de sua cirurgia, Ederson terminou uma das
fases cruciais de sua recuperação. O Flamengo divulgou que, na segunda-feira, o
camisa 10 passou pela sua última sessão de quimioterapia. Segundo o clube,
expectativa agora é para o retorno gradual aos treinamentos. Há chance de que o
jogador retorne já na próxima semana.


Finalmente estou chegando na fase final do tratamento! Fiz a última sessão na
segunda. Graças a Deus, estou me sentindo bem. Tanto eu como os médicos estamos
otimistas, até pela sensação como estou. Indo tudo bem, sempre positivo. O
período mais difícil acreditamos que já ficou para trás. Enquanto aguardamos
resultados dos exames que serão feitos em novembro, vou dando progressão à
minha condição física – disse o jogador, em nota divulgada pelo clube.
Ederson
foi diagnosticado com câncer em julho, logo depois passou pela cirurgia de
retirada do tumor. De acordo com o médico do Flamengo, Marcio Tannure, a
resposta desde então é considera acima da média.

Dentro da nossa expectativa, ele tem respondido acima da média, tido um
resultado extremamente satisfatório, o que nos deixa animados. Ederson fez
consulta com médico especialista nesta terça e, se tudo correr bem, já na
próxima semana esperamos que ele possa retornar aos treinamentos, ainda que de
forma gradual – disse o médico rubro-negro.
Desde
que foi descoberta a doença, Ederson recebeu apoio de todos os companheiros do
clube e também da torcida rubro-negro. Diante da boa notícia, ele agradeceu
novamente o carinho recebido nos últimos meses.

Aproveito para agradecer a todos do Flamengo, que estão me apoiando muito. A
todos os torcedores, pelas várias mensagens de apoio e carinho que recebi, e à
minha família, que me apoiou muito neste período complicado. Não vejo a hora de
fazer o que mais gosto, estar com meus companheiros treinando e me preparando
para os jogos – finalizou o jogador.

COMENTÁRIOS: