Em meio a processo de renovação, Guerrero volta a ser pressionado por mais gols

31

Paolo Guerrero vive a melhor temporada da carreira. São 20 gols em 43 partidas. Mas, os números não são suficientes para escapar das críticas. Ganhando o maior salário de elenco, em torno de R$900 mil, o centroavante é cobrado por muitos torcedores sobre o custo-benefício de sua contratação.

Com contrato até agosto de 2018, o peruano e a diretoria do Flamengo começam a conversas para estender o vínculo. Pelo alto vencimento, não deve conseguir aumentos significativos, apesar de alguns jornais cravarem que o camisa 9 passará a receber R$1,1 mi mensal.
Nos bastidores, segundo o jornal Extra, as conversas têm avançado. Paolo tem a intenção de permanecer no Rio de Janeiro. O tempo de contrato, dois anos, parece ser do agrado do jogador, que encerraria o possível novo vínculo tendo 36 para 37 anos.
Outra crítica ao atacante é pelo alto número de gols no Campeonato Carioca, onde foi artilheiro com 10 tentos. Se retirar este dado da contagem, o número de gols na temporada cai pela metade. Sem eles, Guerrero tem uma média de 0,3 tento por partida.
Fonte: Coluna do Flamengo

COMENTÁRIOS: