Esperando protesto, Flamengo é recebido com flores em desembarque

21
Bruno Braz / UOL Esporte

UOL: Derrotado
pela Ponte Preta por 1 a 0 em Campinas (SP), o Flamengo desembarcou na manhã
desta terça-feira no Rio de Janeiro novamente sob forte aparato de segurança,
assim como já havia acontecido na semana passada após a perda do título da Copa
do Brasil para o Cruzeiro, porém, a chegada aconteceu novamente de maneira
tranquila. Não haviam torcedores no local, apenas curiosos que se aproximaram
de forma amistosa dos jogadores. O goleiro Alex Muralha, por exemplo, que tem
sofrido um momento de fortes críticas, foi um dos mais tietados.

Assim
que o arqueiro despontou no saguão, um rapaz gritou: “Olha o Muralha
ali!”. Em seguida, foi cercado por dezenas de pessoas, que buscavam tirar
fotos com o atleta. Ele atendeu a todos de forma paciente e sorridente e até
ouviu “conselhos” de um jovem: “Você vai dar a volta por
cima!”.
Em
participação ao vivo após o jogo no programa “Bem, Amigos!”, do
Sportv, nesta segunda, o goleiro Diego Alves saiu em defesa de seu companheiro:
“Na
nossa profissão, estamos acostumados com esse tipo de pressão. Estamos próximos
do erro e do acerto. Mas algumas coisas foram criadas nas redes sociais, muitas
mentiras em termo de treinamento de goleiros, de penalidades. A verdade é que o
Alex Muralha, que eu conheço bem antes, desde molequinho, é humilde e
trabalhador. Com certeza ele está sofrendo bastante. Mas temos essa atitude de
dar a volta por cima. Tenho certeza que ele vai ter esse momento, é um
trabalhador, um menino com uma história de vida, da roça. O conheço antes de
ser goleiro do Flamengo”.
A
maioria dos jogadores, porém, preferiu o silêncio. Os únicos que pararam para
falar com a imprensa no aeroporto foram o zagueiro Réver e o atacante Éverton
Ribeiro.
“É
difícil. A gente sabia que o resultado negativo não seria nada bom. Agora temos
esses 10 dias para trabalhar, ficar calado mais uma vez para que a gente possa
acertar esses detalhes que vêm fazendo a diferença e que vem fazendo com que a
gente não consiga vencer as partidas”, declarou Réver.
Diego
viaja de helicóptero para a seleção
O meia
Diego desembarcou no aeroporto internacional do Rio de Janeiro e lá mesmo um
helicóptero o aguardava para levá-lo à Granja Comary, em Teresópolis (RJ), onde
a seleção brasileira já treina visando os compromissos pelas Eliminatórias da
Copa do Mundo.

COMENTÁRIOS: