Flamengo perde poder de fogo com Rueda e cai na tabela

15
Éverton Ribeiro em Ponte Preta x Flamengo – Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

UOL: Reinaldo
Rueda foi contratado com status de ‘salvador’ no Flamengo. O time já não rendia
o esperado com o então técnico Zé Ricardo. Uma das principais críticas era a
falta de poder de fogo do time, apelido por alguns torcedores como “arame
liso’, já que cercava o adversário, mas não levava perigo.

Com a
chegada do colombiano, a expectativa era que o time melhorasse nesse quesito.
Mas não foi o que aconteceu. Os números de Reinaldo Rueda são, inclusive,
piores que o de Zé Ricardo.
Na
atual temporada, o ex-treinador comandou o time em 53 jogos e marcou 94 gols, o
que representa uma média de 1,77 por partida. Com Rueda, foram 13 duelos até o
momento: são 17 gols, com média de 1,30.
Diante
da Ponte Preta, o Flamengo teve posse de bola, mas voltou a apresentar defeitos
antigos. Faltou poder de finalização. E isso ficou ainda mais evidenciado com o
desfalque de Guerrero, convocado para a seleção peruana.
“Flamengo
teve organização, dinâmica e buscou o gol adversário, mas não estivemos
afinados para finalizar”, admitiu Rueda com poucas palavras e visivelmente
incomodado com as perguntas sobre o assunto.
O fato
é que o Flamengo caiu na tabela. Se a expectativa era lutar pelas primeiras
posições, a realidade é bem diferente. O Rubro-negro é apenas o 7º colocado e
está distante dos líderes da competição.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here