Ida do Peru para a Copa pode beneficiar o Flamengo

124
Miguel Trauco, lateral do Flamengo, e Dí Maria em Argentina x Peru – Foto: AFP PHOTO / Alejandro PAGNI

COLUNA
DO FLAMENGO
: As Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 estão em suas rodadas
finais, e a seleção peruana – que tem Paolo Guerrero como principal ídolo –
pode conseguir um feito histórico: voltar à competição mais importante do mundo
do futebol após 36 anos.

Apesar
do camisa 9 (do Fla e do Peru) ser a grande referência dos Alvirojos, o Mengão
pode ser beneficiado com a classificação peruana por conta de outro jogador: o
lateral esquerdo Miguel Trauco.
O
defensor foi o primeiro reforço do Flamengo na temporada de 2017, chegando à
Gávea sem custo de transferência. Com a saída de Jorge para o Mônaco-FRA,
Trauco logo assumiu a titularidade, mostrando grande potencial e surpreendendo
tanto a mídia quanto torcedores.
Com a
maior exposição recebida no Brasil, a valorização do jogador não demorou a
chegar. Ainda no primeiro semestre de 2017, o jogador saiu de 600 mil para 1
milhão de euros (subindo cerca de 60% do seu valor), de acordo com o
Transfermarkt.
Mesmo
com o fato de o Flamengo ter sido eliminado ainda na primeira fase, a Copa
Libertadores serviu como grande exposição para o lateral, sendo ele um dos
destaques rubro-negro, com 2 gols marcados na competição.
A
idade é outro fator que propicia o crescimento de Trauco no mercado do futebol.
Com 25 anos, é um jogador considerado jovem.
Em
junho, o peruano chegou a ser especulado por equipes europeias, de acordo com
seu empresário, sendo elas: Sevilla, Lazio e Olympique de Marselha.
Caso o
Peru se classifique para o Mundial da Rússia, Miguel Trauco é ‘figura
carimbada’ da seleção, tendo assim uma oportunidade de mostrar – em nível
mundial – a qualidade que o credenciou a ser titular do Mais Querido.
Atualmente, O peruano tem contrato até dezembro de 2019 e multa de 55 milhões
de euros (R$ 200 milhões).

COMENTÁRIOS: