Líder de receitas, Flamengo de Bandeira decepciona em Brasileiros

29
ESPN: Após
perder o título da Copa do Brasil, o Flamengo tentará sacudir a poeira e dar a
volta por cima já nesta segunda-feira. O time enfrentará a Ponte Preta, no
estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, no fechamento da 26ª rodada do
Brasileiro. O foco é claro: somar o máximo de pontos que puder no Nacional.
O
técnico Reinaldo Rueda admitiu que brigar pelo título é bem difícil porque o
Corinthians lidera com 55, enquanto os flamenguistas têm 39 pontos, mas ele
afirmou que quer apenas que sua equipe some o máximo de pontos que puder. E
isso pode ser um problema para o Flamengo.
Na era
Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo desde 2013, o time não tem
feito campanhas tão primorosas no Brasileiro. Brigou pelo título apenas uma vez
e foi no ano passado. Mas na reta final teve uma queda brusca e terminou em
terceiro, com 71 pontos (nove a menos que o Palmeiras, campeão).
Nas
outras vezes a briga foi mais embaixo na tabela.
Em
2013, o rebaixamento quase aconteceu. O Flamengo somou 49 pontos, mas foi
punido com a perda de quatro por ter escalado o lateral André Santos de forma irregular
na partida contra o Cruzeiro, na última rodada. Com 45, terminaria na 16ª
posição, uma acima do rebaixado Fluminense.
Ocorre
que a equipe tricolor e também a rubro-negra foram beneficiadas com a retirada
de quatro pontos da Portuguesa pela escalação do meia Héverton na última
rodada. O jogador estava suspenso. 
Assim, a Lusa despencou da 12ª para a 17ª colocação, sendo rebaixada.
Em
2014, houve uma ligeira melhora. Sem correr grandes sustos, mas também sem
empolgar a torcida pela briga pela taça, terminou em décimo, com 52 pontos.
Em
2015, a equipe voltou a fazer uma campanha sofrível. Somou 15 vitórias e perdeu
incríveis 19 vezes. A ameaça de rebaixamento novamente foi uma realidade, mas o
time conseguiu se recuperar e terminou o Brasileiro na 12ª colocação, com 49
pontos.

 Considerando
somente os times que disputaram as edições do Brasileiro de 2013 até a
temporada atual, o Flamengo é o sétimo que somou mais pontos. No total, foram
260 pontos de um total de 534 possíveis. Um aproveitamento de 48,7%.

A
título de esclarecimento, a reportagem do ESPN.com.br considerou os quatro
pontos retirados no STJD na edição de 2013.
Corinthians,
Cruzeiro, Grêmio, Santos, Atlético-MG e São Paulo fizeram mais pontos do que o
Flamengo. Atlético-PR ficou empatado com o clube carioca, enquanto Fluminense e
Coritiba somaram menos. Apenas essas dez equipes estiveram em todas as edições
do Nacional desde 2013 (veja tabela).
Se no
“ranking de pontos” o Flamengo não faz nem sombra para os líderes, há
um outro ranking em que o clube de Bandeira de Mello lidera com certa folga.
Considerando
os mesmos times citados e o mesmo período, o Flamengo é o clube que mais
faturou. Apresentando uma receita que cresceu admiravelmente nos últimos cinco
anos e meio, o total arrecadado é R$ 1.485,6 bilhão.
Quem
se aproxima mais da equipe da Gávea são Corinthians e São Paulo,
respectivamente. Um pouco mais distante, mais ainda na casa do ‘bilhão’, está o
Cruzeiro. Os demais citados ficam na casa do ‘milhão’ (veja a segunda tabela).
Nesta
segunda-feira, diante da Ponte Preta, a torcida espera que o Flamengo melhore
sua condição como pontuador para que sabe um dia liderar os dois rankings.

COMENTÁRIOS: