Uma semana de crime

23
Reinaldo Rueda e Rafael Vaz no Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

BOTECO
DO FLA
: por Mercio Querido

Urubu
e Macaca se enfrentam pressionados
O
caos, o horror, a destruição.
Pouco
importa se chegamos à Final e fizemos dois jogos iguais contra o Cruzeiro na
decisão da Copa do Brasil. Após a derrota nos pênaltis, e com o vice-campeonato
EM PARTE decorrente da brilhante estratégia de pular para o mesmo lado em todas
as cobranças, os últimos dias têm sido de tiro, porrada e bomba pra todos os
lados na Gávea.
Muralha
sendo massacrado nas redes sociais; mais uma onda de protestos costumeiros após
renovação do Márcio Araújo; críticas ferozes à torcedora (diga-se de
passagem… Que faaaaaaseeee vive a moça. Um deslumbre) que tirou foto com
jogadores cruzeirenses; Smurfada em pânico ao sofrer críticas duras do Extra
(quando era só com o Muralha até que os Blues levaram mais ou menos na
esportiva); debates profundos e filosóficos sobre censura; mais um pouco de
treta ao ter Smurf dispensado de suas atividades após usar o espaço para descer
o porrete no próprio espaço.
Ufa…
Parei por aí, mas tem até mais. A bola que estufou as redes após o escorregão
do Thiago Neves desencadeou uma onda de expurgo e faniquitos mil para tentar
exorcizar a dor de mais um objetivo frustrado no ano. Freud explica.
Nesse
cenário o Flamengo vai até Campinas encarar a Ponte. A força máxima disponív…
Bem… Sem Trauco, Guerrero, Cuéllar, Berrío, Juan e Everton, entre
convocações, suspensões e prevenções. Fora esse caminhão de gente, Rueda monta
a equipe possível para tentar voltar a vencer fora de casa, conquistar os três
pontos e, mais uma vez, tentar baixar a poeira na conturbada temporada de 2017.
Do
lado de lá… Do lado de lá… A Ponte vive momento tenso. Eduardo Baptista,
que deixou a Macaca na boa na temporada passada quando foi treinar o Palmeiras,
retornou faz pouco tempo. Perdeu na primeira para a Chape e o jogo de hoje é o
segundo sob seu comando. Sem vencer há quatro jogos, a equipe de Campinas ocupa
a incômoda décima oitava posição e conta com uma vitória hoje para respirar
fora da zona de rebaixamento um pouco até a próxima rodada.
No
final de semana já teve derrota do Botafogo, derrota do Palmeiras e empate
entre Cruzeiro e Corinthians. Como de hábito, os resultados até ajudam. Cabe ao
Flamengo tentar se ajudar também para acalmar um pouco os ânimos.
Bora
torcer.
Isso
aqui é Flamengo.

COMENTÁRIOS: