Gian Oddi defende presidente Bandeira em relação a treino do Sport.

22

Internamente houve questionamentos por parte de dirigentes e apoiadores do presidente do Flamengo, quanto ao fato do Sport treinar nas dependências do Flamengo, na última sexta-feira (24). O fato só aumentou a turbulência interna no clube no fim de temporada.

O grupo político que forma a base da gestão Bandeira, a SóFla manifestou publicamente seu repudio ao caso. O grupo pediu apuração dos fatos nas redes sociais e fez o mesmo internamente, com cobranças. Dependendo dos acontecimentos até 2018, um rompimento por parte de alguns vice-presidentes não é descartado.
O comentarista do canal ESPN, Gian Oddi, defendeu o presidente Bandeira de Melo e Rodrigo Caetano e afirmou que deve ser feita uma avaliação de posturas. “O nível dos gestores do Flamengo é um nível melhor que a média dos dirigentes do futebol brasileiro, não dá para usar um negócio desse para uma demissão em massa. Usar desse artifício porque eles foram treinar no CT. Acho que o Bandeira e Rodrigo têm toda a razão. Você pode discutir mil coisas, se o contrário acontece, aí vira uma Guerra Civil. É necessário avaliar as coisas”, disse Gian.
A um ano da eleição de 2018, Bandeira perdeu aliados e cabeças importantes de sua cúpula. Ex-vice de administração e um dos principais nomes da gestão que assumiu em 2013, Rafael Strauch deixou o cargo no começo do mês por compromissos particulares.
Considerado aliado e de importância política nos últimos anos, ele foi outro nome que repudiou o incidente do Ninho do Urubu e classificou o Sport como ”escória”.
Fonte: Coluna do Flamengo

COMENTÁRIOS: