Guerrero confirma uso de remédio antigripal a Presidente de Comissão da CBF

24

A notícia da queda de Guerrero no exame antidoping após o jogo contra a Argentina, pelas Eliminatórias para a Copa de 2018, caiu como uma bomba tanto para peruanos quanto rubro-negros, que vêm no jogador uma das grandes referências das equipes.

Muitos rumores são levantados em relação ao produto utilizado pelo jogador, que acabou com a incidência de ‘resultado analítico adverso’ no exame, porém, nenhuma foi confirmada até agora.

De acordo com publicação do jornal Líbero, em conversa Fernando Solera, que é Presidente da Comissão de Doping,  Guerrero confirmou o uso de medicamento antigripal antes da partida.
Caso o doping seja confirmado, o centroavante pode pegar de dois a quatro anos de suspensão do futebol.

COMENTÁRIOS: