Por falta de quórum, votação pela venda de imóvel no Morro da Viúva é adiada.

25

Prevista para esta segunda-feira, a votação referente à venda do Edifício Hilton Santos, sede do Morro da Viúva, acabou suspensa por falta de quórum. Para decidirem a transação do imóvel à RJZ Cyrela, era necessária a presença de 250 conselheiros em sessão marcada para 19h desta segunda, no Salão Nobre da Gávea. Tal marca não foi atingida.

A segunda chamada estava marcada para 19h30, e o presidente do Conselho Deliberativo do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches, estendeu a tolerância até 20h. Com apenas 222 presentes, a sessão foi cancelada.

Na pauta, também estava prevista a votação pela aprovação do início da segunda fase das obras no Ninho do Urubu. É bom destacar que questão está ligada à outra: o dinheiro da venda do Morro da Viúva possibilitará a reforma do CT.
Conselheiros presentes ao clube na reunião consideraram o não atingimento do quórum mínimo (250 conselheiros) como uma derrota da atual gestão, que estava acostumada a vencer praticamente todas as votações em sessões do Conselho Deliberativo.
A nova data para a votação de ambas as questões ainda não está definida, mas deve acontecer em 12 de dezembro.
Reprodução: Globo Esporte

COMENTÁRIOS: