Raça para empatar o Fla-Flu vira exemplo no Flamengo

30

Os pedidos de raça, feitos pela torcida no Maracanã, foram atendidos pelos jogadores do Flamengo, que não desanimaram com o resultado adverso e conseguiram empatar a partida contra o Fluminense, levando a vaga na semifinal da Sul-Americana.

A luta dos atletas era tudo que a torcida pedia e foi bastante elogiada por eles. Agora, o que os milhões de torcedores querem é que seja algo constante no Flamengo, antes acusado de ser um time “apático”, que aceitava fácil a derrota.

O Flamengo demonstrou que é fiel à sua história com muita raça e caráter. Vamos por um bom caminho – disse Rueda após o empate e classificação

Um dos símbolos do resultado foi Arão, autor do gol de empate. O volante, que não vinha jogando bem e falhou em um gol do Fluminense, não parou de correr e brigar pela bola, e foi recompensado com o gol.
Mas, talvez o maior símbolo seja Diego Alves. Quando o Flamengo levou o terceiro gol, Diego não deixou ninguém desanimar e dizia “Vamos lá que a gente vai empatar”. Ele estava certo. O goleiro disse, inclusive, que foi a partida mais emocionante da carreira.
Fonte: Coluna do Flamengo

COMENTÁRIOS: