Botafogo tem folha salarial menor que salário de quinteto rubro-negro

399
Flamengo e Botafogo vão se enfrentar nesta semana em um embate decisivo pela semifinal do Campeonato Carioca, sendo que a equipe rubro-negra tem a vantagem do empate por ter se sagrado campeão da Taça Guanabara. No entanto, o que em campo promete ser disputado e acirrado, fora dele o Mais Querido tem larga vantagem em um quesito: recurso financeiro. Tudo porque, de acordo com o Uol Esporte, os salários de cinco jogadores da Gávea pagam toda a folha mensal do Alvinegro – que tem 34 atletas no plantel profissional.

A folha inteira de pagamento do Botafogo gira em torno de R$ 3 milhões, com Jefferson sendo o responsável por ter o maior salário da equipe, recebendo R$ 350 mil todo mês. Do lado rubro-negro, os vencimentos do goleiro Diego Alves, os meias Éverton Ribeiro e Diego, além dos atacantes Paolo Guerrero e Henrique Dourado, somam aproximadamente R$ 3,2 milhões, segundo o Uol. Ou seja, o valor é superior aos que os dirigentes do Glorioso gastam para pagar todo o seu plantel.

A diferença em relação a valores não para por aí. Há disparidade, gritante, também na aprovação de orçamento para a temporada. Enquanto o Bota aprovou algo em torno de R$ 205 milhões, sendo 99 milhões referentes aos pagamentos do departamento de futebol, o Flamengo, que tem folha salarial girando em cerca de R$ 9 milhões, aprovou orçamento de R$ 477 milhões para 2018, sendo que R$ 228 milhões será utilizado para pagamento do salário de todo o elenco e funcionários da comissão técnica.

Os valores envolvidos colocam os clubes em patamares absolutamente distintos no que envolve a expectativa para a temporada. Enquanto o Mais Querido sonha com títulos de expressão, a cobrança no Fogo é por algo mais modesto, como um possível título carioca e se manter na elite do futebol brasileiro, para quem sabe beliscar uma vaguinha na Copa Conmebol Libertadores.

Embora um clássico costume nivelar os times, o jogo desta quarta-feira (28) será o confronto dos rivais com investimentos e expectativas distintas. Aliás, o peso sobre o Flamengo é maior, por tudo que gastou nos últimos anos e pela diferença abissal entre a qualidade e valores gastos nas equipes para este ano. O duelo que será disputado no Maracanã, às 21h45, horário de Brasília, servirá também para confirmar a força financeira de um lado ou de superação do outro.

Reprodução: Coluna do Flamengo

COMENTÁRIOS: