Fla estuda tirar dirigente do Bota ou do Flu para comandar a base

75

A última quinta-feira (29) marcou o início de grandes mudanças no futebol do Flamengo. Uma das maiores foi a saída de Rodrigo Caetano do cargo de diretor executivo de futebol. A demissão do dirigente pode causar uma ‘dança das cadeiras’ no Fla, uma vez que Carlos Noval, atual diretor da base, é cotado para assumir a vaga deixada por Caetano. Caso isso se confirme, o Rubro-Negro vai atrás de alguém para compor a outra brecha que será aberta e, de acordo com o jornalista Diogo Dantas, o clube tem dois nomes em pauta para a função.

Segundo informação passada por Diogo, o Fla trabalha com os nomes de Eduardo Freeland, do Botafogo, e Marcelo Teixeira, do Fluminense, são os citados pela diretoria. Eduardo está no Bota há pouco tempo: o dirigente foi demitido o Cruzeiro no início de janeiro e, pouco depois, se juntou ao clube de General Severiano.

Até então, não é confirmado que Noval vai ser o novo diretor de futebol. Porém, o nome dele é o preferido por parte da diretoria.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here