Cuéllar revela que quase deixou o Flamengo, mas garante: “É um privilégio estar aqui”

83

Atualmente, o volante Gustavo Cuéllar é considerado um dos principais atletas do elenco rubro-negro, tendo prestígio tanto com a torcida quanto com a comissão técnica. Mas nem sempre foi assim, principalmente no ano de 2016.

Pedido por Muricy, o colombiano chegou para ser titular, mas, após Zé Ricardo assumir o comando, Cuéllar perdeu posição para Márcio Araújo e passou a ser pouco utilizado. A partir disso, clubes como Cruzeiro e Vitória demonstraram interesse em seu futebol. Porém, mesmo com as poucas chances no Fla, ele decidiu seguir no clube carioca.

— Aconteceram (propostas de mineiros e baianos). Foi fato. Graças a Deus, fiquei. Foi difícil aguentar esse momento sem poder jogar. Trabalhei com muita humildade. Respeitava a decisão do treinador, que era um cara muito inteligente e vai fazer muito bem para o futebol brasileiro. Tive essa possibilidade (de sair), graças a Deus me mantive no Flamengo, demonstrei que posso jogar aqui e vou dar o melhor sempre por essa camisa. É um privilégio estar no Flamengo —, revelou ele em entrevista ao site da Fox Sports.

As coisas mudaram para o jogador após a chegada de Reinaldo Rueda. O técnico compatriota de Cuéllar efetivou o meio campista como titular e o tornou um dos pilares da equipe. Em 2018, Gustavo voltou a balançar entre os 11 iniciais, por conta das boas atuações de Jonas. Entretanto, o camisa 8 parece na iminência de voltar à equipe principal.

Cuéllar é um dos relacionados do Flamengo para a partida deste sábado (07). O Mengão vai encarar o Atlético-GO em amistoso no Serra Dourada, sendo este o último compromisso do clube antes da estreia no Brasileirão.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here