Emprestado pelo Fla ganha vaga na ‘seleção’ do estadual

135

Coluna do Flamengo: Desde 2014, um dos setores mais criticados do Flamengo são as laterais. O último jogador que demonstrou estabilidade na posição foi Jorge, cria da Gávea. Apesar deste fato, o clube não tem dado espaço para as revelações de suas categorias de base que atuam nesta faixa de campo. Prova disso é o atleta Thiago Ennes, campeão da Copinha de 2016, que está emprestado ao Náutico.

Não se pode ignorar o fato de que a equipe pernambucana disputa competições de nível técnico inferior às que o Fla participa. Contudo, Ennes é o jogador que mais entrou em campo pelo clube nesta temporada. Ao todo, são 17 participações, sendo ele um dos pilares da equipe. Este número representa bem a efetividade de Thiago nas escalações, afinal, o Timbu disputou 25 jogos até então.

As boas atuações fizeram o atleta chegar na Seleção do Campeonato Pernambucano.

VEJA A SELEÇÃO:

GOLEIRO: Bruno (Náutico)
ZAGUEIROS: Camacho (Náutico) e Vitão (Central)
LATERAIS: Charles Maceió (Central) e Thiago Ennes (Náutico)
MEIAS: Douglas Carioca (Central), Anselmo (Sport) e Junior Lemos (Central)
ATACANTES: Cáxito (América-PE), Leandro Costa (Central) e Ortigoza (Náutico)
TÉCNICO: Roberto Fernandes (Náutico)

Satisfeito em seu clube, o defensor concedeu entrevista à reportagem do Globo Esporte, demonstrando que não está conformado com o atual rendimento, querendo resultados ainda melhores. Além disso, ele ressaltou a boa recepção que teve no Náutico e citou planos para o restante da temporada.

— Considero bom (o desempenho), mas sei que posso render mais. Graças à sequência que estou tendo, meu rendimento está cada vez melhor e, com o passar dos jogos, não só eu, como a equipe toda, seguirá em evolução […] Todos me receberam muito bem, e isso sempre ajuda na adaptação a um novo grupo. É minha primeira experiência como profissional no meu país e tenho a exata dimensão do quão importante é para a minha carreira que eu vá bem. Minha meta é ter uma grande temporada, neste ano, e esse bom início tem sido fundamental.

Aos 22 anos de idade, Thiago nunca fez parte do elenco profissional do Flamengo. Como é dito pelo próprio jogador, a experiência no Náutico é a primeira dele como profissional no futebol brasileiro. Em 2017, ele foi emprestado ao União da Madeira, de Portugal, onde fez apenas dois jogos.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here