Grupo político detona gestão de Bandeira e garantem mudanças

185

Como é de costume em ano de eleição, os bastidores da Gávea estão pegando fogo. Em meio à onda de demissões e jogos políticos, o grupo Fla+ emitiu nota contra atitudes do presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello.

VEJA A NOTA:

“Após o 16° vexame da administração Bandeira, um recorde negativo na história rubro-negra, a diretoria do Flamengo anuncia demissões em massa.

Tais demissões, de profissionais que o FLA+ e todos os rubro-negros que conhecem minimamente o futebol apontavam antecipadamente inconsistentes com sua função desenvolvidas no Flamengo, são realizadas reconhecidamente no pior momento, nos levando ao seguinte questionamento: Ontem estava tudo certo e hoje demitimos em massa? Como entender esta ação? Só há uma resposta: “ESTÁ TUDO ERRADO!”

É assim que se gere o Flamengo?

É a marca dessa desastrosa gestão do Flamengo liderada pelo sr. Eduardo Bandeira de Mello!

Tomam decisões por pressão da torcida e não por acreditarem nelas. Se, nas palavras do presidente “está tudo certo” não seria hora de ser firme e manter as convicções?

Não, pois essa frágil diretoria que só ergue taças Twitter e de bancos (provavelmente por sermos campeões no pagamento de juros) cede fácil a pressão da torcida.

Prova disso é que a demissão em massa não foi precedida de nenhuma sinalização de reestruturação e mudança de filosofia no futebol.

Vão contratar novos profissionais a esmo e rezar para dar certo. Ou pior. Vai jogar o diretor de base, Noval, na fogueira para ser frito no final do ano.

Para piorar, o VP de futebol dá declaração de que se queremos saber das mudanças devemos procurar o presidente. Claramente, está sendo atropelado.

Agora, ou tem peito para entregar o cargo, ou assume o papel de fantoche.

Uma vergonha.

A “sorte” é que Isso aqui é Flamengo, e talvez as coisas aconteçam e títulos venham, não por planejamento, não por competência, mas por sorte e por magia RN.

O FLA+ e a Nação exigem respeito e comprometimento, e isso se reflete numa profunda e verdadeira reformulação do Departamento de Futebol.

O Departamento de Futebol idealizado pela diretoria se demonstrou ineficaz e nos conduziu a vergonhas e não a vitórias.

Exigimos mudanças! Lutaremos por mudanças!”

COMENTÁRIOS: