Jogador do Santa Fe não vê vantagem em jogo ser sem torcida

56

A final da Copa Sul-Americana ainda rende problemas para o Flamengo além de ser Vice-Campeão do Torneio, o que não agradou a torcida pelo elenco que tem. Por conta da confusão que os torcedores do Flamengo causaram ao redor do Maracanã, o Flamengo sofre com a punição até hoje. O time entra em campo pela Libertadores, mais uma vez sem o apoio da sua torcida. A primeira partida foi a de estreia, contra o River Plate-ARG, e a segunda partida sem o apoio, será nesta quarta-feira (18), no Maracanã.

O Independiente Santa Fe-COL chegou ao Rio de Janeiro na madrugada desta terça-feira (17) com uma esperança de conquistar os três pontos. O zagueiro Javier López conversou com o Globo Esporte no desembarque da equipe e elogiou o time do Flamengo, mas afirmou que o Santa Fe espera conquistar a vitória.

López ainda acredita que os colombianos não terão vantagem pelo jogo ser de portões fechados, sem torcida, pois, segundo o jogador, o certame será disputado com a mesma intensidade caso tivesse torcedores no estádio.

— Com torcida ou sem torcida é a mesma partida, mesma intensidade. Sabemos que é um grande rival. Vamos tentar ganhar os pontos necessário para voltarmos contentes à Colômbia. Flamengo é um rival difícil, com bons jogadores. Temos que suportar a partida para alcançar o resultado que queremos —, disse o zagueiro.

O clube colombiano vem de uma derrota e quatro empates nas últimas cinco rodadas do seu campeonato nacional, além de dois empates na Libertadores. Muito por isso, os dirigentes optaram por demitir o técnico Gregório Perez. Quem comandará o time na beira do gramado será o Agustín Julio, ex-goleiro do Santa Fe.

A partida acontecerá nesta quarta-feira (18), no Maracanã às 21:45.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here