Juninho contesta entrevista de Diego: “Perdeu a chance de defender os jogadores”

447

O último fim de semana teve um verdadeiro roteiro de filme para o meia Diego Ribas. Na sexta (27), o atleta foi hostilizado durante embarque para Fortaleza. No domingo (29), ele marcou um dos gols da vitória dobre o Ceará e comemorou com a torcida. Após os 90 minutos, o camisa 10 fez declaração de amor à torcida, garantindo que ‘andaria escoltado’ para seguir no Fla, se tal medida fosse necessária.

Os rubro-negros viram tal fala de Diego como uma declaração de amor. Porém o comentarista Juninho Pernambucano, do Sportv, afirmou que o jogador rubro-negro se equivocou ao fazer a afirmação e que, ao dizer isso, Diego perdeu a chance de defender os companheiros de profissão.

— Me impressionou a resposta dele (Diego). Ele teve a oportunidade de defender a classe, mas preferiu usar a experiência para não ter problema para ele e dizer que aquilo não doeu. Mas no olho dele estava escrito que doeu. Ele poderia evitar o conflito de outra forma. A vibração valeu a pena. Ir lá do outro lado com a torcida. Estava 3 a 0, o time jogou bem, foram recebidos com carinho… Mas a partir do momento em que ele diz que aceita até andar com segurança, ele deu total liberdade pro torcedor fazer isso (ameaçar) com os outros. E aquele jogador que ganhar três, quatro mil, ele vai andar com que segurança?

— Acho que o Diego fez uma leitura ruim neste momento. Ele sofreu agressão e é como se não tivesse atingido ele. Cada um reage de uma forma, é um direito dele. É o direito dele como cidadão, ele preferiu reagir assim. Mas isso não nos leva a ver uma solução para um futuro próximo. Imagina se, naquela hora (dos protestos), alguém vem com uma faca e fura ele, sem ninguém ver… A coisa é muito séria, a gente sabe que a segurança no Rio de Janeiro é péssima. —, completou.

Reprodução: Coluna do Flamengo

COMENTÁRIOS: