Maria Clara Lobo e Illana Pinheiro recebem o Prêmio Brasil Olímpico

98
Na quarta-feira (24), o Comitê Olímpico Brasileiro realizou a cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico, no Palácio das Artes, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Criadas nas piscinas da Gávea, as rubro-negras Maria Clara Lobo, do nado artístico, e Illana Pinheiro, do polo aquático, receberam os troféus de melhores em suas respectivas modalidades na temporada 2017.
Bicampeã, artilheira, seleção do campeonato e MVP da Liga Brasileira de Polo Aquático no ano passado, Illana Pinheiro se emocionou com a conquista do prêmio.

“Acho que foi um dos dias mais felizes da minha vida. Nem nos meus melhores sonhos eu imaginei que pudesse chegar nisso. A cerimônia foi linda e eu fiquei muito feliz de poder estar lá ganhando esse prêmio, poder estar representando o Flamengo. Foi incrível”, afirmou a atleta. “Acho que ontem começou a cair um pouco da ficha de que a minha temporada de 2017 foi quase perfeita, foi muito legal ter esse reconhecimento. Estou muito feliz e muito agradecida”.
Representante do Brasil nas Olímpiadas do Rio em 2016 e campeã brasileira em 2017, Maria Clara Lobo também comentou a conquista.
“Foi uma emoção muito grande. Foi minha estreia no Prêmio e um troféu que não só eu, mas todo atleta sonha em ganhar. Isso nos dá ainda mais motivação para seguir em frente, acreditando no trabalho. A temporada passada foi muito especial, comecei a fazer parte do dueto, que vai treinar para o ciclo olímpico”, disse a nadadora.
Marcelo Vido, Diretor de Esportes Olímpicos do clube; Luisa Parente, Gerente de Esportes Terrestres; Edson Terra, Gerente de Esportes Aquáticos; e a atleta Rebeca Andrade também estiveram presentes na cerimônia nesta quarta. A ginasta concorreu ao prêmio de Atleta da Galera.

COMENTÁRIOS: