Presidente pede para torcida não ir ao Maracanã

127

O Flamengo terá mais uma partida importante pela Libertadores. Nesta quarta-feira (18) no Maracanã, contra o Independiente Santa Fe-COL, e, mais uma vez, não poderá contar com o apoio de seus torcedores, devido a pena de duas partidas com portões fechados pelos incidentes ocorridos na final da Copa Sul-Americana em 2017.

O Flamengo cumpriu o primeiro jogo de suspensão imposta pela Conmebol no empate de 2 a 2 contra o River Plate-ARG. Nessa partida, o clube publicou uma nota oficial fazendo o pedido aos seus torcedores para que não fossem ao Nilton Santos apoiar o time do lado de fora.

Dessa vez, o Presidente Eduardo Bandeira de Mello foi o porta voz do pedido. Em vídeo publicado pela FlaTV, o presidente fez o apelo, citando que qualquer aglomeração, mesmo que de pessoas inocentes e com intuito apenas de apoiar, pode ser mal interpretação pela entidade máxima sul-americana.

— Eu queria aproveitar para pedir à torcida que amanhã ficassem em suas residências ou se reunissem em algum lugar próximo de suas residências. Não viessem para cá, para perto do Maracanã. Porque vocês sabem que, hoje em dia, tudo pode ser usado contra nós. Então, qualquer aglomeração, mesmo de pessoas inocentes e querendo ajudar, pode ser mal interpretado. Nós já perdemos a oportunidade de ter público no Maracanã por dois jogos e agora está na hora da gente reagir e vamos partir para cima, para tentar ganhar essa Libertadores, com certeza com o apoio de todos vocês (torcedores) —, pediu o mandatário.

Assista o vídeo na íntegra:

O jogo terá início às 21h45, horário de Brasília. A equipe colombiana vem de resultados negativos no seu campeonato nacional.

COMENTÁRIOS: