Renato Abreu diz que em sua época, o Flamengo tinha pegada

175

Um dos ídolos do Flamengo, se chama Renato Abreu. Renato tem uma linda história e uma grande afinidade com a torcida do Flamengo. O ex-jogador não ficou marcado por títulos de grande expressão, mas se destacou pela raça em campo, o que define o nome do Flamengo.

De acordo com o jornal O Globo, Renato de 39 anos, falou sobre a diferença do Flamengo que ele jogou e do Flamengo de 2018. O ex-atleta destacou, principalmente, as “brigas” dentro e fora de campo que por diversas vezes impulsionavam o elenco.

Tínhamos um grupo que brigava muito entre nós, no vestiário e dentro do campo, a toda hora buscávamos o resultado. O time de hoje é diferente, tem muito mais qualidade para se jogar, mas vem sofrendo críticas também. O futebol brasileiro é bem dessa forma: mais emoção do que razão. Temos que ver no contexto dos anos –, explicou o Urubu Rei.

Renato chegou ao Flamengo em 2005 quando o time passava por mais uma crise e lutava contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Mesmo assim conseguiu se destacar principalmente através de sua especialidade, que eram as cobranças de falta. Em 2007, Renato deixou o Flamengo para retornar somente em 2010, e mais uma vez o time lutava contra o rebaixamento no Brasileirão. Sem mágoa, o jogador relembra as conquistas e ressalta a “pegada” da equipe.

É difícil, né? Cada gestão é uma gestão. Nosso time, naquela época, era mais limitado do que esse e as condições eram totalmente diferentes. A gente sofreu muito em 2005, mas depois ganhamos os céus, ganhamos a Copa do Brasil em 2006, o Carioca em 2007. E era um time que se ajudava muito, sabia das limitações, não era brilhante, mas o que não faltava era pegada –, concluiu Renato.

COMENTÁRIOS:

1 COMENTÁRIO