Defesa de Guerrero acredita em resultado de julgamento antes de convocação para a Copa

85

Guerrero está mais próximo de saber se vai poder voltar a jogar ou não. Nesta quinta-feira (3), o atacante do Flamengo deu mais um passo para provar a sua inocência. Em quase 12 horas de audiência, ele foi julgado no TAS, em Lausanne, na Suíça.

Após o julgamento, Guerrero conversou rapidamente com os jornalistas presentes, disse estar confiante para a absolvição e voltou a afirmar que está pronto para voltar a jogar com a camisa do Flamengo e da seleção peruana.

Esporte Interativo entrou em contato com Bichara Neto, um dos advogados de Guerrero presente na audiência. Segundo ele, os árbitros que vão decidir sobre a pena do atacante disseram que o resultado vai sair “em breve”, mas confia que seja antes da convocação da seleção peruana para a Copa do Mundo, que vai ser feita até o dia 14 de maio.

“Acredito que sim (que o resultado saia antes da convocação para a Copa do Mundo). Mas eles (os árbitros do julgamento) disseram que sairia em breve”.

Nas redes sociais, Marcos Motta, que faz parte do escritório que defende Guerrero, postou no Twitter uma breve explicação sobre o tempo que o resultado do julgamento no CAS pode levar.

Em contato com a reportagem, Marcos Motta reafirmou que a sentença de Guerrero não tem prazo para sair, mas garantiu que a defesa pediu urgência na divulgação do resultado.

Livre para jogar enquanto resultado não sai (e pode ser no domingo):

​Como a pena da Fifa de Guerrero se encerra justamente nesta quinta (a Wada tenta aumentar a punição), o atacante do Flamengo está livre para jogar até o resultado do julgamento de hoje sair. Ele retorna ao Brasil no dia 5, véspera da partida contra o Internacional, no Maracanã, pelo Brasileiro, e a escalação do peruano vai depender da comissão técnica.

Após a vitória sobre a Ponte Preta, na última quarta (2), o técnico Mauricio Barbieri foi perguntado sobre o retorno de Paolo Guerrero. Na resposta, o comandante rubro-negro deu a entender que há possibilidade de o peruano ser escalado.

“O julgamento é importante não só para o Guerrero, mas para todos nós. Vamos ver como ele vai se apresentar, porque não é uma viagem simples. Se estiver em condições, vamos levá-lo para o jogo”.

Reprodução: Esporte Interativo

COMENTÁRIOS: