Flamengo sai na frente na Copa do Brasil contra a Ponte Preta

200

O Flamengo começou bem sua caminhada na Copa do Brasil, nesta quarta-feira. Jogando no Moisés Lucarelli, em Campinas, o Mais Querido derrotou a Ponte Preta por 1 a 0 na partida de ida das oitavas de final e trouxe para o Rio de Janeiro a vantagem. O gol foi marcado por Henrique Dourado, ainda no primeiro tempo.

Autor do gol, Dourado elogiou a postura da equipe no primeiro tempo, segurando a Ponte em seu campo e ignorando o estádio totalmente tomado pela torcida do time campineiro.

É sempre bom marcar gols. Mas o mais importante são as vitórias. Conseguimos anular o adversário, fizemos o que o professor nos pediu. O importante é sempre ajudar o Flamengo“, comentou o artilheiro na saída para o vestiário. Dourado fez seu nono gol com o Manto Sagrado, em 16 jogos.
Com a lesão de Diego, o técnico Mauricio Barbieri mandou a campo uma equipe modificada. Geuvânio caiu na ponta direita, com Lucas Paquetá e Everton Ribeiro se alternando na armação das jogadas no meio. E a estratégia deu certo. Nos primeiros 45 minutos, o Flamengo chegou a ter 64% de posse de bola, finalizando mais e ficando mais no campo de ataque. A Ponte usava de erros individuais para conseguir alguma coisa, mas a zaga rubro-negra estava muito bem postada e anulava o ataque paulista.
Logo aos seis minutos, Léo Duarte abriu o placar após cruzamento de Rodinei, mas o zagueiro empurrou Reynaldo e arbitragem marcou falta. Mesmo com a enorme posse de bola, as chances foram poucas. O time foi tocando e tocando que o Mengão chegou ao gol, em belíssima jogada coletiva.
Everton Ribeiro tabelou com Rodinei, recebeu de volta e lançou Paquetá na área. O meia mandou de primeira para Dourado, que esperava livre na pequena área, só para concluir e correr para o abraço, aos 32 minutos. Com o gol, o time segurou um pouco o ímpeto e deixou o tempo passar até acabar a etapa.
Os 45 minutos seguintes tiveram pouca alteração no panorama. A Ponte tentou ter mais campo, porém o Flamengo não deixava o time da casa jogar e trocar passes contínuos. Aos oito, Everton Ribeiro deu um belo chute da entrada da área, mas a bola desviou e saiu do caminho do gol. Dez minutos depois, Paquetá cobrou bem falta, mas Ivan, bem colocado, fez a defesa. Barbieri trocou Geuvânio por Jean Lucas, avançando Everton Ribeiro e dando mais oxigênio na marcação rubro-negra.
Aos 33, a melhor chance da Ponte. Felippe Cardoso ficou livre na área e chutou forte, mas a bola explodiu no travessão. Na volta, o mesmo Felippe pegou o rebote e chutou, mas dessa vez foi Diego Alves que fez linda defesa mantendo o zero no placar. Em seguida, Mauricio Barbieri mexeu de novo, colocando Pará no lugar de Everton Ribeiro. E o Mengão respondeu o ataque da Ponte com muito perigo. Vinicius Junior disparou pela esquerda e, na saída de Ivan, tocou buscando o ângulo, mas a bola subiu demais e encobriu a trave.
Aos 43, quase o Flamengo ampliou duas vezes. Primeiro Renê, que deu belo chute sem ângulo para grande defesa de Ivan, mandando a escanteio. Na sequência, Vinicius Junior buscou o canto do goleiro em chute rasteiro, mas a bola saiu caprichosamente para fora. Porém, não foi preciso. Um a zero e a vantagem veio na bagagem para o Rio de Janeiro.
No próximo dia 10 de maio, as equipes se encontrarão novamente, desta vez no Maracanã, para decidir quem passa às quartas.
O próximo compromisso do Flamengo será neste domingo (6), o palco será o Maracanã, para o confronto contra o Internacional, pela quarta rodada da competição, às 16h. O Mengão quer se manter líder.

COMENTÁRIOS: