Guerrero fala sobre volta ao futebol e punição imposta pela FIFA

75

Paolo Guerrero voltou ao futebol profissional após seis meses afastado por conta de uma punição imposta pela FIFA. Apesar de não ter marcado gol, o centroavante, que ficou mais de 30 minutos jogando, fez boas jogadas, roubou uma bola e deu outro ritmo para a equipe rubro-negra. O Flamengo venceu o Internacional de Porto Alegre por 2×0 no Maracanã lotado.

Após a partida, Paolo Guerrero concedeu entrevista para os repórteres que aguardavam sua saída. Ao ser questionado sobre a emoção de voltar a jogar e a confiança para não ter sua pena alterada, o peruano não poupou palavras:

— Muito emocionado. Grande público, Maracanã lotado e a gente venceu por 2 a 0. Foram seis meses que passei, por uma injustiça, afastado dos gramados. Graças a Deus joguei hoje. Espero que dê certo, estou muito confiante que vai dar certo, porque sou inocente. Agora, vou começar a me preparar porque eu quero estar jogando. Futebol é a minha paixão, a minha vida. (A decisão) Está nas mãos dos três árbitros. Sou confiante porque sou inocente, sempre disse isso. Sou profissional e me cuido, sei o que posso e o que não posso ingerir. Hoje, demos alegrias para a nação e estou muito feliz por isso.
Paolo Guerrero esteve diante do Tribunal Arbitral do Esporte na última quinta-feira (3). O jogador espera a resposta para saber se será liberado ou terá a pena aumentada, como quer Agência Internacional Antidoping. Já o Flamengo manteve a liderança do Campeonato Brasileiro com os 2 a 0 sobre o Internacional. Com 10 pontos, o Rubro-Negro está dois a frente do Palmeiras (Infos: Esporte Interativo).

COMENTÁRIOS: