Everton Ribeiro defende atacantes: “Bola não chega”

Everton Ribeiro em ação no Maracanã, contra o Corinthians, pela Copa do Brasil (Foto: Staff Images/Flamengo)

A fase não tão boa dos atacantes do Flamengo não chega a ser uma novidade, mas, no jogo contra o Corinthians, a torcida deixou clara a insatisfação com o setor ofensivo da equipe de Maurício Barbieri. Substituídos, Uribe e Vitinho – principais reforços para o segundo semestre – deixaram o campo sob vaias.

Os responsáveis por balançar as redes rivais não têm cumprido a função, mas Everton Ribeiro saiu em defesa dos companheiros e dividiu a responsabilidade.

– Não podemos jogar a culpa só neles. Se a bola não está chegando para eles em condições de finalização, nós (meias) também temos culpa. Temos que procurar acertar o melhor posicionamento. São jogadores importantes e já mostraram o seu valor. Eles vão nos ajudar muito, mas cabe a gente também ajudar – avaliou o camisa 7 do Flamengo, que teve uma boa atuação na quarta.

A cobrança tem explicação. O Flamengo disputou 10 partidas nos últimos 30 dias. Entre 12 de agosto e 12 de setembro, o Rubro-Negro marcou nove gols, sendo que dois foram anotados por atacantes: Vitinho, na derrota por 2 a 1 para o Internacional, e Henrique Dourado, na vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro.

Maurício Barbieri já indicou insatisfação com o rendimento do ataque. Nas entrevistas, o treinador tem batido constantemente na “falta de eficiência”, cobrando maior aproveitamento. Após o empate sem gols com o Corinthians, no Maracanã, o comandante admitiu que a equipe teve dificuldades em criar boas tramas para superar a defesa adversária. Foram seis finalizações certas.

Fonte: Lance!