Flamengo entra na disputa com Cruzeiro e Santos por Gabigol

O ano de 2018 começou ruim para Gabigol, mas está terminando de maneira ótima. Ele foi o artilheiro da Copa do Brasil e é o principal goleador do Brasileirão, com quatro gols de vantagem para Pablo e Ricardo Oliveira. A temporada mais artilheira do santista em toda sua carreira também o deixou cheio de moral no mercado brasileiro.

Tanto que quatro grandes clubes daqui já o sondaram – além do Santos e do Cruzeiro, que já havia revelado publicamente o interesse, o Blog apurou que o Flamengo também entrou em contato com os representantes do atacante. O outro interessado não teve sua identidade revelada.

Os contatos de Cruzeiro e Flamengo tiveram praticamente o mesmo teor: entender a situação salarial de Gabigol e perguntar sobre sua intenção de permanecer no Brasil em 2019, para um novo empréstimo, levando em consideração que ele pertence à Inter de Milão.

Todos os interessados ouviram que atacante, autor de 24 gols em 2018, só definirá seu futuro depois que o Brasileirão terminar. A ideia é manter o foco no campeonato, que ainda pode garantir vaga ao Santos na Libertadores de 2019.

De qualquer forma, diante de todo o sucesso alcançado, Gabigol já decidiu que não aceitará abrir mão de 45% de seu salário, como nesta temporada. Essa foi a única alternativa para que ele conseguisse defender o Peixe, diante da crise econômica na Vila Belmiro, no começo do ano.

Gabigol tem salário na casa de R$ 1 milhão mensal. A Inter de Milão, dona de seus direitos econômicos, topou bancar metade do valor durante todo o período de empréstimo. Só que o Santos só gasta R$ 50 mil, como uma espécie de ajuda de custos. Assim, o artilheiro deixa de faturar R$ 450 mil mensais.

Presidente santista, José Carlos Peres tem acenado com a intenção de aumentar sua fatia do salário para assegurar a permanência do garoto, de 22 anos.

Volta à seleção? Além de sondagens, a fase goleadora de Gabriel Barbosa tem gerado a expectativa de que ele pode voltar à seleção brasileira em breve. Na segunda-feira, inclusive, o técnico Tite esteve no Beira-Rio para assistir ao empate por 2 a 2 entre Inter e Santos. Gabigol fez um lindo gol e teve participação direta no segundo.

Desde o início da temporada, ele já soma 24 gols, três a mais do que em 2014 e 2015, até então seus anos mais goleadores. Detalhe: ele jogou bem menos agora para chegar aos 24 gols – foram 46 partidas, contra 56 em 2014 e também em 2015.

Fonte: Blog do Jorge Nicola