FlaBasquete vence Minas e volta a ter chances na Sul-Americana

Vitória! No segundo jogo da fase semifinal da Liga Sul-Americana, o Flamengo derrotou o Minas Tênis Clube por 91 a 76 e voltou à briga pela classificação à final da competição. A partida abriu a rodada na Jeunesse Arena, que também viu a vitória do Instituto de Córdoba sobre o Bauru, eliminando a equipe paulista e deixando os argentinos em ótima situação. Ao Flamengo só resta uma opção. Vencer (bem) o Bauru e torcer para o Minas derrotar (pelo maior placar possível) o time argentino.
Como na primeira partida, Marquinhos foi novamente o cestinha da equipe e da partida, com 23 pontos. Anderson Varejão, com 17, Deryk, com 15, Jhonatan e Balbi também dobraram a linha dos 10 pontos. Se não pontuou bastante, Nesbitt foi um monstro no garrafão, pegando 10 rebotes. Do lado mineiro, o norte-americano Coleman foi o destaque isolado com 21 pontos e 10 rebotes.
Foi um jogo de idas e vindas. Flamengo e Minas se alternaram no placar em diversos momentos, dando a impressão de partida decidida para os dois lados, mas com mudanças contínuas. Coleman era o cara da partida, marcando de todos os cantos e deixando a defesa do Flamengo em situação complicada. A diferença final de seis pontos (20-14) mostrava que a partida seria realmente lá e cá e, principalmente, tensa.
O segundo quarto foi um atropelo. Um caminhão rubro-negro sem freio entrou em quadra e fez 15 pontos contra um. Tomou a dianteira no placar e segurou a frente até fechar o primeiro tempo com três de diferença, em 37 a 34.
Quem voltou melhor do intervalo foi o time mineiro. Novamente com Coleman, o Minas passou no placar e ficou cinco minutos na frente, até Balbi empatar. Jhonatan fez mais uma de três e Varejão ampliou, segurando a diferença até o final, em seis pontos faltando 10 minutos.
O último quarto foi o mais emocionante do jogo. Mas o Flamengo estava muito mais confiante e seguro em quadra, mantendo a diferença até quando o Minas praticamente perdeu as esperanças. Foi quando o time de Gustavo De Conti dominou a partida e garantiu a vitória por 91 a 76, renovando as esperanças de classificação.
As equipes de basquete do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – thinkseg, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.
Fonte: Site Oficial