Renato analisa prós e contras do Flamengo e dá última chance ao Grêmio

Com oferta das chapas favoritas na eleição do Flamengo em mãos, Renato Gaúcho se reuniu com os dirigentes do Grêmio para apresentar uma contraproposta e definir seu destino. O encontro aconteceu ontem à noite, e a partir dele o clube gaúcho vai tentar se mobilizar para igualar os valores do Flamengo — cerca de R$ 1 milhão para o treinador e seu auxiliar, Alexandre Mendes.

Até agora, Renato afirma a seus interlocutores que não se decidiu. Ele se irritou com o vazamento de um acordo com os candidatos Ricardo Lomba e Rodolfo Landim. Ambos foram ouvidos pelo representante do técnico, Gerson Oldemburg, que esta semana levou as cifras ao Grêmio. O presidente Romildo Bolzan disse que o clube havia chegado ao teto financeiro.

Renato desde o início não gostou da ideia de ser usado como trunfo político na eleição do Flamengo. Ao tomar conhecimento das informações dos últimos dias, interpretou que falou-se demais. Tanto que as chapas silenciam desde o início sobre as negociações e entendem que, embora o técnico tenha aceitado a proposta, não confirmou que virá para o Flamengo em 2019.

Renato pondera a autonomia que poderá perder ao trocar o Grêmio pelo clube da Gávea. Seu agente é entusiasta do desafio, assim como outras pessoas próximas a ele. Os que conhecem mais a política do Flamengo apresentaram ressalvas. Pesa a favor a oferta financeira, as condições de trabalho e a possibilidade de montar uma equipe mais forte. Do outro lado, como o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, tem mais um ano de mandato, um último esforço para igualar as condições pode ser o detalhe final da novela.

O desfecho tem data para acontecer se tudo não se resolver nas próximas horas. Domingo, após o jogo contra o Corinthians, é o prazo final dado pelo Grêmio para a resposta de Renato. E pelo Flamengo, para que tenha uma semana antes da eleição com o técnico definido, seja Lomba ou Landim como presidentes.

A chapa da situação esteve apalavrada com o treinador primeiro. Em seguida, a oposição entrou no circuito e também obteve uma sinalização positiva de Renato e seu representante. Nenhum dos lados rubro-negros pensa em outro nome neste momento. Ambos, contudo, colocam Abel Braga como plano B.

Fonte: Extra