Balbi fala de ótimo momento no Flamengo, comparação a Nico e diz: “Quero fazer história”

Compartilhe esta notícia

No fim de dezembro, o Flamengo conquistou a primeira edição da Copa Super 8 ao vencer Minas, Botafogo e, na final, Franca. O armador Franco Balbi, uma das principais contratações do basquete nacional na temporada, foi um dos grandes destaques, com 16 pontos e 12 assistências na semifinal contra o Glorioso e 20 pontos, seis rebotes e quatro assistências na partida decisiva.

“Acho que ainda posso fazer muito mais pelo time. Tenho que manter essa regularidade”, disse o argentino, que é líder do time em eficiência (14.33) no NBB. O camisa 6 rubro-negro conversou com o FOXSports.com.br antes do duelo em casa contra o São José, nesta sexta-feira (17 de janeiro), que terá transmissão do FOX Sports a partir das 21h.

No papo, o jogador de 29 anos falou sobre a sua primeira temporada fora da Argentina, do Jogo das Estrelas, revelou se tem o sonho de ser MVP da competição e de outro armador argentino da sua posição que fez sucesso no clube da Gávea. “Lógico que vai acontecer isso de comparação com Nico”, afirmou Balbi. Confira abaixo a entrevista:

Como tem sido sua primeira temporada fora da Argentina, se adaptou bem ao Rio de Janeiro?

Minha primeira temporada fora da Argentina está sendo muito boa. Estou me sentindo muito bem no Rio, no Flamengo e eu acho que já estou bem adaptado.

Dentro de quadra você vem crescendo muito desde o fim do ano passado, acha que já chegou a sua melhor forma?

Não. Eu acho que ainda posso fazer muito mais pelo time. Tenho que manter essa regularidade em todos os jogos, por isso é que preciso seguir melhorando ainda mais.

Como vai ser enfrentar alguns dos seus companheiros no Jogo das Estrelas? Já falaram sobre isso, vai rolar alguma brincadeira/provocação em quadra?

Vai ser uma experiência muito bacana. Ainda não falamos sobre o Jogo das Estrelas, mas tenho certeza que algumas brincadeiras vão acontecer.

Você pensa/sonha em ser o MVP do NBB?

Não, eu só penso em fazer meu melhor trabalho possível dentro da quadra e ajudar o time vencer sempre. Depois, no final da competição, veremos o MVP. Seria legal, claro, mas não estou pensando nisso.

Lembro que, antes do 1º jogo contra o Corinthians, muito se falou que seria o duelo dos dois melhores armadores da liga. Com o Fischer fora, você se considera o melhor da posição no NBB?

Não, tem muitos armadores bons e que estão fazendo coisas boas dentro da quadra. Acho que a disputa pelo melhor armador vai ser difícil.

Por você ser armador e argentino, muitos torcedores acabam fazendo uma comparação com o Laprovitolla, que fez história no Fla. Como você se sente quando fazem essa comparação?

Lógico que vai acontecer isso de comparação com Nico. Jogamos na mesma posição dentro da quadra, temos estilos parecidos de jogo. É legal ser comparado com um argentino que fez história no Flamengo.

Você tem alguma relação com ele? Chegou a perguntar algo antes de vir para o Rio?

Eu falei com ele algumas vezes, só que falamos pouco. Ele me deu os parabéns pela chegada ao Flamengo e comentou um pouco sobre o clube, como sua torcida é demais.

Por fim, pensa em seguir e fazer história no Flamengo depois dessa temporada?

Lógico. Eu quero fazer minha história dentro do Flamengo, vencendo tudo o que jogamos! Estou aqui para isso!

Crédito da imagem: Divulgação/NBB

Por: FOX

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here