Santos pedirá Willian Arão ao Flamengo

Compartilhe esta notícia

Sem chegar a um acordo com o empresário André Cury, que cuida da carreira do volante Ronaldo, e ciente de que o Flamengo não irá oferecer indenização financeira para completar a compra do atacante Bruno Henrique, o presidente do Santos, José Carlos Peres, quer o empréstimo de um outro atleta rubro-negro. O problema é que o time carioca, por contrato, não tem essa obrigação.

Conforme o apurado por A Tribuna On-line, no documento assinado pelos dois clubes consta a venda de Bruno Henrique por R$ 23 milhões mais o empréstimo de um ano com opção de compra por 3 milhões de euros (aproximadamente R$. 12 milhões) de Ronaldo ao fim do vínculo inicial. Nada além disso.

Ou seja: se o Flamengo vier a ceder um outro atleta do seu elenco por empréstimo ao Santos, será devido à boa relação que existe entre as duas diretorias.

Sabedor dos termos registrados no contrato, o departamento jurídico do Peixe descarta recorrer à esfera judicial. Ainda de acordo com as informações obtidas pela Reportagem, tudo será tratado na base da conversa com os dirigentes rubro-negros.

Em entrevista ao site na última quarta-feira (30), o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, revelou que não acreditava em problemas para resolver o impasse e disse que poderia sim ceder um outro jogador ao time de Jorge Sampaoli.

“Compensação financeira não daremos. Podemos emprestar um outro atleta. O elenco do Flamengo é extenso e com certeza vamos resolver essa questão”, declarou.

Willian Arão?

Um jogador que agrada ao presidente do Santos e que pode vir a ser pedido no lugar de Ronaldo é o volante Willian Arão. O meio-campista não vive em lua de mel com a torcida do Flamengo, mas segue como um dos homens de confiança do técnico Abel Braga.

Dos seis compromissos do Rubro-Negro em 2019, considerando os jogos da Florida Cup e o Campeonato Carioca, Arão foi titular em quatro.

Por: A TRIBUNA

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here