Após sucesso à frente do Programa de ST, Bruno Dias pede para deixar o Flamengo

Compartilhe esta notícia

Por: Higor Neves e Venê Casagrande

A nova diretoria do Flamengo assumiu oficialmente no início do ano e, ao longo dos três meses de trabalho, tem realizado mudanças internas. Nesta terça-feira (12), o clube demitiu o analista de desempenho Igor Oliveira e, além disso, mais outra saída ocorreu: trata-se de Bruno Dias, gerente de marketing digital do Rubro-Negro.

O caso de Bruno, porém, é diferente do de Igor. Isso porque, o gerente de marketing solicitou sua saída após receber uma “proposta irrecusável” para ser Head de Marketing da empresa ChefsClub, ligada à área de gastronomia.

TRABALHO DE BRUNO NO FLAMENGO

Bruno estava no Flamengo desde 2017, tendo como foco o programa de Sócio-Torcedor, batizado pelo clube como “Nação Rubro-Negra”. Um ano antes de sua chegada, o clube arrecadou R$ 26 milhões através deste recurso. Já com Bruno à frente, a quantia teve um acréscimo de R$ 17 milhões, ou seja, foi para R$ 43 mi em apenas um ano.

No segundo ano à frente da pasta, um dos principais feitos da equipe comandada pro Bruno foi trazer o controle do programa totalmente para a administração do Flamengo. Isso porque, anteriormente, a estratégia e gestão operacional eram da CSM. Com isso, o Fla tem hoje um grupo de 19 pessoas trabalhando exclusivamente em prol do programa de sócios-torcedores.

Com tal mudança, o clube conseguiu reduzir os custos em R$ 5 milhões e, junto a isso, otimizar determinados processos ligados ao Nação. Neste ano, o faturamento indicou o montante de R$ 47 milhões. Em 2019, a meta é ainda mais ousada, chegando a R$ 52 milhões de receita através do programa.

Em março de 2018, Bruno concedeu entrevista exclusiva à TV Coluna do Flamengo, contando detalhes de planejamento e ideias que vinha desenvolvendo no clube. CONFIRA ABAIXO:

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here