Árbitro cita ofensas para justificar expulsão de Bruno Henrique

Compartilhe esta notícia

Vasco e Flamengo ficaram apenas no empate, em clássico disputado no último sábado (09), no Maracanã. O placar foi igualado após pênalti cometido pelo Rubro-Negro no último minuto, o que causou muita reclamação e terminou com Bruno Henrique expulso após a finalização da partida. Na súmula, o árbitro responsável pelo duelo, Wagner Magalhães do Nascimento, citou as ofensas proferidas pelo atacante antes de expulsá-lo.

Você é fraco e não apita nada“, disse o camisa 27 do Fla, em citação detalhada pelo árbitro para justificar o segundo cartão amarelo e consequente expulsão do jogador rubro-negro, que havia se indignado com o pênalti marcado a favor do Vasco. Assim como toda expulsão, Bruno Henrique será julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro, mas o caso ainda não tem data marcada.

À beira do gramado após receber o cartão vermelho, o atacante do Flamengo permaneceu criticando a arbitragem do clássico. O jogador citou o posicionamento distante do árbitro ao marcar a penalidade para a equipe de São Januário.

– Cara, nós fomos falar com ele, que o quarto árbitro viu o lance e não falou nada, e ele, de trás, falou que foi pênalti. Pênalti como? O cara encostou no jogador deles, e ele caiu, e ele deu pênalti? Mas enfim… -, disse Bruno Henrique ao “SporTV” após o apito final do árbitro.

Por: Coluna do Flamengo

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here