Mãe implora para MP liberar o Ninho: “É melhor que a minha casa”

Compartilhe esta notícia

Por Matheus Leal

Apesar do retorno da base aos treinos e a liberação parcial do Ninho do Urubu, ainda há alguns imbróglios em relação à tragédia no CT do Flamengo, há pouco menos de um mês. Um deles é a falta de alojamento para os jovens rubro-negros ficarem. Esse fato tem prejudicado algumas famílias que são de cidades distantes.

Em entrevista ao jornalista Paparazzo Rubro-Negro, conhecido pela torcida do Flamengo, os familiares dos sobreviventes fizeram um apelo ao Ministério Público para que liberem o retorno dos garotos ao Ninho do Urubu. Alguns, inclusive, revelaram que estão correndo o risco de perderem seus empregos.

“É complicado estar e ficar aqui com o meu filho até que o MP resolva ouvir as famílias. Eu tenho meu emprego e tirei uma semana de licença. Aí a gente chega aqui e somos comunicados que o Ministério Público não está querendo deixar essas crianças voltarem ao Ninho. Gente, nós somos os responsáveis. Nós que temos que assinar a liberação. Meu filho quer ficar aqui, quer treinar, quer ser um jogador profissional. Por que o MP está complicando as nossas vidas e as dos nossos filhos? Eu conheci a estrutura do Ninho do Urubu e é melhor que a minha casa. Como eu não vou deixar o meu filho aqui? Todo mundo sem trabalhar… O MP tem que ouvir os pais”, desabafou uma das mães chorando.

“Tá muito difícil pra mim. Estamos sendo prejudicados em relação ao MP, pois estou correndo sérios riscos de perder meu emprego, porque tenho que ficar aqui no hotel com meu filho. Eu quero meu filho treinando no Ninho, é um sonho dele, mas se continuar assim, infelizmente vai complicar para o meu lado”, disse o pai do goleiro Francisco Dyogo.

 

Por: Torcedores

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here