Cartão de crédito personalizado e mais: saiba todos os detalhes do novo patrocínio

Compartilhe esta notícia

Por: Marvin Machado

O Conselho Deliberativo do Flamengo aprovou, na noite desta segunda-feira (01), o contrato de patrocínio do Banco BS2, que ocupará a parte mais nobre da camisa rubro-negra, vaga deixada pela Caixa Econômica Federal. A reunião aconteceu na Gávea e contou com a presença de mais de 320 conselheiros. A reportagem do Coluna do Flamengo obteve mais informações do acordo com a empresa e lista em tópicos os detalhes.

  • Cartão de crédito personalizado

O acordo firmado com o banco permitirá que os torcedores contratantes do serviço tenham acesso a um cartão de crédito exclusivo do clube, juntamente com um aplicativo personalizado.

FOTO: DIVULGAÇÃO/TWITTER
  • Valor fixo 

O contrato renderá ao Rubro-Negro um valor fixo de R$ 11,2 milhões fixos em 2019. No ano seguinte, a quantia chegará aos R$ 15 milhões, mas parcelada em três vezes – janeiro, maio e setembro. O termo ainda será enviado nos próximos dias ao Conselho Deliberativo do clube.

  • Variáveis

A diretoria rubro-negra espera conseguir ultrapassar os R$ 25 milhões pagos pela Caixa. Isso porque, no contrato aprovado, o clube será sócio de forma integral na receita geral do banco e não somente no “produto Flamengo”, tendo participação em qualquer conta ou serviço contratado, independentemente do cliente interessado. Ou seja, o Fla receberá o variável através do desempenho nas duas plataformas do Banco, tanto no BS2 Flamengo quanto no convencional.

O clube ainda terá direito à metade (50%) do lucro proveniente de todo o serviço vendido aos clientes no Bs2 Flamengo. Serão R$ 10 por conta aberta no banco, no valor mínimo de R$ 100 depositados, sendo pagos de maneira mensal.

  • Tempo de contrato

A marca será estampada na camisa rubro-negra por 20 meses. A saída no banco, porém, pode ser feita ao final de dezembro de 2019 – levando em conta os resultados alcançados com a parceria –, desde que haja um aviso prévio de 60 dias. Também há firmado uma multa de 2 milhões em caso de quebra de contrato.

  • Estimativas

A cúpula do Fla espera alcançar em 2019 6 milhões de receita adicional com os serviços contratados no banco. Em 2020, a estimativa é de 20 milhões. Com as bonificações e valor fixo, a diretoria espera conseguir dobrar a quantia referente ao patrocínio, chegando em torno dos R$ 30 milhões, superando os R$ 25 milhões pagos pela Caixa, que deixou o Fla em 2019.

Até o momento, o Flamengo tem camisa “valendo” cerca de R$ 75 milhões, levando-se em conta a Adidas, o próprio Banco BS2, a MRV, a Multimarcas Consórcios, a TIM e a Universidade Brasil. O Chef’s Clube, que ainda não foi assinado, chegaria ao Fla para o meião. No atual cenário do futebol brasileiro, a equipe da Gávea só é superada pelo Palmeiras, que “vendeu” o uniforme de forma integral para a Crefisa.

Por: Coluna do Flamengo

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here