Mauro Cezar vê demissão de Abel como improvável, mas afirma: “Óbvio, pode acontecer”

Compartilhe esta notícia

Com a derrota por 1 a 0 para o Peñarol, pela terceira rodada da Libertadores, o elenco do Flamengo voltou a ser alvo de grandes contestações. O técnico Abel Braga, que comanda o plantel, também se tornou um dos personagens principais em meio às críticas, com parte da torcida indicando o treinador entre os principais culpados pela derrota. Ainda assim, o comentarista Mauro Cezar Pereira, da ESPN, vê a demissão de Abel do Fla com pouco provável.

Em série de publicações realizadas em sua conta no Twitter, o jornalista afirmou que o resultado adverso pela competição sul-americana, em pleno Maracanã, fez a situação do treinador ganhar uma certa “pressão”. Contudo, apesar de não descartar a demissão ou, até mesmo, um pedido do próprio Abel para deixar o cargo, reconheceu que dificilmente acontecerá no atual momento.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

CONFIRA O QUE FOI ESCRITO POR MAURO:

“Treinador poderá ser demitido se por acaso perder o jogo, fizer lua cheia, o dólar cair, Pelé voltar a jogar, Tite largar o titês e o favorito no Big Brother pedir para sair da casa com o objetivo de se alistar na Legião Estrangeira, blá blá blá… 

Ora, Abel perdeu prestígio na derrota do Fla-Flu. A coisa acalmou e ficou pior depois da derrota para o Peñarol com (inexplicável) Arrascaeta no banco. Óbvio que se for eliminado sábado pode rodar, ou pedir o boné para se preservar, pois saberá que aí o filme queimou de vez…

Fato é que o óbvio, aquilo que só não vê quem não quer, agora realça com tamanha nitidez que até quem puxa-saco de treinador, quem bajula em busca de uma boquinha, se vê forçado a admitir o que está na cara. Mesmo que o faça silenciosamente…

O time do Flamengo é caro e mal treinado, como outros por aí. Por sinal, não tenho visto análises táticas sobre o pobre futebol do Palmeiras. O mesmo jogo que motivou alguns “donos do conhecimento” a cavucar virtudes para elaborar elogiosas análises pranchetisticas…

Foi assim que venceu um campeonato de nível técnico risível, jogando no estilo abominado por proprietários do conhecimento ludopédico desprovidos de coragem para dizer o que pensam sobre treinadores, porque esses podem lhes proporcionar um emprego…

Aqueles mesmos, que no grupo de WhatsApp são verdadeiros bichos ferozes, como diria Bezerra da Silva. Na verdade não querem melhorar o futebol, mas apenas cagar regras e arrumar uma boquinha.”

Por: Coluna do Fla

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here