Ex-presidente do Flamengo critica processo no clube: “Injusto e descabido”

Compartilhe esta notícia

Na próxima segunda-feira (20), o Conselho de Administração do Flamengo se reúne em sessão para julgar Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do clube. Bandeira é acusado de ter interferido no processo eleitoral do clube ao influenciar a escolha da cor de cada chapa.

Em entrevista ao GloboEsporte.com, o ex-mandatário rubro-negro disse não guardar mágoas, mas criticou frontalmente o processo. Para ele, esta seria uma movimentação política e não tem base estatutária.

Foto: Reprodução

– De fato, se eu for suspenso eu não posso participar da vida política. E isso abre caminho para a minha expulsão, consequentemente, não poderia participar das eleições. É um caminho para que isso ocorra, de fato. O que tudo indica é que querem me expulsar da vida política do clube. Não sinto mágoa, mas é um processo injusto e descabido. Um processo equivocado. Inicialmente eu não iria me manifestar, não iria me defender, por entender que o processo era descabido, mas recebi muitas manifestações de apoio. Não só de amigos, mas de pessoas que eram contra a gestão, eram oposição, conselheiros, pessoas de dentro do clube, torcedores que me ligaram para dizer que não concordavam com este processo –, afirmou.

Bandeira de Mello negou qualquer intenção de se candidatar novamente ao posto e citou razões familiares para isto.

– Eu acho que já cumpri minha missão no Flamengo. Dediquei seis anos da minha vida 100% ao Flamengo. Fizemos o que tinha de ser feito. Minha mulher não ficaria nada satisfeita se eu voltasse para essa roda viva -, disse.

O ex-presidente não opinou sobre a nova diretoria do clube, mas disse ter confiança de que “vão manter o que construímos com muito trabalho em seis anos”. Ele negou as acusações de que teria pressionado a gerente de conselhos do clube e de que teria processado do Flamengo.

Se for considerado culpado, Eduardo Bandeira de Mello pode ser suspenso do quadro de associados por seis meses e, se cometer uma segunda infração, pode ser excluído do clube.

Por: Coluna do Fla

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here