Jornalista revela que comissão técnica do Flamengo discordava de ideias de Abel Braga

Compartilhe esta notícia

Na reta final do mês de maio, o técnico Abel Braga pediu demissão do Flamengo e entregou seu cargo. O que motivou o treinador para tomar tal atitude foi, segundo ele, a postura da diretoria, que não lhe deu apoio em algumas decisões. Porém, de acordo com o jornalista Paulo Vinicius Coelho, mais conhecido como PVC, Abel também já não contava com o consenso da comissão técnica em determinadas decisões.

Durante o programa “Jogo Sagrado”, da emissora Fox Sports, PVC analisou a forma como o Flamengo vem jogando na atual temporada, tentando identificar o padrão de jogo da equipe. Ao falar disso, o comentarista destacou que, com a saída de Abel e chegada de Marcelo Salles – que comanda de forma interina -, o Rubro-Negro já teve uma modificação no esquema.

– O mês de junho começou no jogo contra o Fortaleza, com a estreia do Marcelo Salles. Mas acho que o Flamengo fez bons jogos com o 4-1-4-1 (Arão atuando como meia, e não como volante). O que acontece com o Flamengo é que havia discordâncias da comissão técnica com o Abel, e uma delas era sobre o posicionamento do Arão. O Marcelo Salles mudou isso, recuando o Arão para volante -, disse ele, antes de completar:

– Em alguns momentos, falou-se sobre a ‘retranca’ do Abel. Mas o Arão jogava como meia direita. O Flamengo empurrava o adversário pra frente e ficava aquela troca de passes na frente, coisa que o Abel não gostava. Então às vezes ele recuava a marcação, para recuperar na intermediária e colocar mais velocidade. Mas velocidade só tem com o Bruno Henrique. Ainda assim, acho que o Flamengo fez boas partidas com o 4-1-4-1 do Abel e com o 4-2-3-1 do Marcelo Salles.

Por: Coluna do Fla

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here