Flamenguista agredido por uruguaios do apresenta melhora e iniciará tratamento com fonoaudióloga

Compartilhe esta notícia

O torcedor do Flamengo, Roberto Vieira, de 54 anos de idade, agredido por uruguaios antes do confronto entre o clube da Gávea e o Peñarol, pela Libertadores da América, vem apresentando evolução em seu quadro de saúde. Há 20 dias sem febre, o capixaba iniciará tratamento com uma fonoaudióloga. Apesar da melhora, Roberto permanece no CTI do Hospital Miguel Couto, localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro.

A informação foi divulgada primeiramente pelo portal “FlaPress“, que ainda destacou que o tratamento com uma fonoaudióloga será determinante para que o paciente volte a falar e consiga reconhecer os amigos e familiares. Roberto Vieira está internado desde o dia 03 de abril, data em que o Fla recebeu o Peñarol, pela terceira partida da fase de grupos da Libertadores. Na ocasião, o rubro-negro acabou agredido por torcedores do clube de Montevidéu, horas antes do início do jogo, no Maracanã.

FOTO: REPRODUÇÃO

O capixaba era o responsável por uma excursão de torcedores do Flamengo do Espírito Santos. Uma das Embaixadas do clube, a Flapixaba, chegou a criar um movimento, sob apoio do vice Maurício Gomes de Mattos, para custear transporte, alimentação e hospedagem dos familiares que seguem no Rio de Janeiro acompanhando a internação do torcedor.

Por: Coluna do Fla

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here