Flamengo define destino do dinheiro da venda de Cuéllar para o Al Hilal

Compartilhe esta notícia

Com a venda do volante Cuéllar para o mundo árabe, o departamento de futebol do ​Flamengo já sabe o que fazer com os valores da saída do colombiano. O processo aos poucos vai ganhando forma para utilizar a grana para outro destino pelo clube rubro-negro. A tendência que novidades deverão acontecer nos próximos dias, sob o comando do vice-presidente Marcos Braz e do gestor de futebol Bruno Spindel.

Com a venda do volante para o mundo árabe, o Flamengo embolsou algo em torno de € 7,5 milhões (cerca de R$ 34,3 milhões na cotação atual) e toda a grana será utilizada para ajudar na compra de Gabigol junto a Inter de Milão no final do ano. Para isso, o departamento de futebol do Mais Querido está montando uma operação para fechar a compra do seu ataque visando o próximo ano.

​A informação foi divulgada pelo site “UOL Esporte”, que garantiu que a quantia que o Flamengo receberá por Cuéllar será revestida para a compra de Gabigol visando a sequência dos próximos anos. Para fechar com o atacante, os italianos estão pedindo algo em torno de € 20 milhões pela venda, algo próximo de R$ 82 milhões e a operação já está sendo montada para enviar a primeira proposta ao clube italiano.

Para desmembrar sobre o assunto, o vice-presidente Marcos Braz colocou a posição da diretoria do Flamengo com relação a negociação pela compra do Gabigol: “Temos contrato com o Gabriel até o dia 31 de dezembro. Até lá vamos finalizar a tentativa de compra do jogador. A gente nunca deixou de trabalhar em relação a isso aí. Isso vem sendo feito desde quando fomos lá pra fora ver a situação do Balotelli. E é isso. Tem que ter tranquilidade. Tem muito tempo pra fazer isso. Não existe nenhum desleixo com a situação, mas não pode se afobar. Tem que fazer de forma tranquilo porque senão vai custar muito caro”, explicou o dirigente do Mengão.

Por: 90Min

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here